Saúde

Médicos de Salvador param nesta terça

O sindicato denuncia atrasos de salários e o corte de vencimentos

Publicado em 04/06/2013, às 10h42        Redação Bocão News (@bocaonews)

Uma greve por tempo indeterminado está programada para esta terça-feira (4) a ser realizada pelos médicos vinculados à Prefeitura de Salvador. Em nota, o Sindimed-Sindicato dos Médicos do Estado da Bahi informa que as unidades de saúde do município estarão paralisadas, inclusive o PSF-Programa de Saúde da Família e as UPA’s-Unidades de Pronto Atendimento. Nesta segunda-feira (3) haverá uma assembleia, no Hotel The Plaza, em Ondina, às 19h, para a preparação para a greve. "São tantos os profissionais que têm declarado a intenção de pedir demissão que, caso a SMS não adote providências urgentes, que valorizem o trabalho médico, a situação pode se configurar como demissão coletiva de médicos em Salvador", diz nota do Sindimed.

O sindicato denuncia atrasos de salários, e, no caso dos plantonistas que trabalham na UPA Subúrbio (Lad. Terezinha) o corte de vencimentos. "A instituição que terceiriza a UPA (Iest – Faculdade Dom Pedro) alega que não tem como arcar com as remunerações".

A pauta de reivindicações

-- Reajuste salarial de 20% no vencimento base dos servidores ativos, inativos, pensionistas e de empresas públicas
-- Reajuste de 200% na gratificação SMS
-- Incorporação da gratificação ao salário
-- Pagamento de insalubridade/ periculosidade retroativo
-- Ajuste de carga horária para 24h conforme a lei
-- Contemplação da portaria nº 1.601 de 07 de julho de 2011
-- Melhoria das condições de trabalho
-- Segurança no ambiente de trabalho


Classificação Indicativa: Livre