Saúde

Araci: posto de saúde que receberá cubanos está há 3 meses sem faxina

Imagem Araci: posto de saúde que receberá cubanos está há 3 meses sem faxina

Ao todo, 12 municípios do estado receberão profissionais estrangeiros do Mais Médicos

Publicado em 16/09/2013, às 07h07        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Na próxima semana, a cidade de Araci, a cerca de 230 KMde Salvador, deve receber médicos cubanos por meio do programa Mais Médicos. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, a última faxina no posto da família do distrito de Barreira aconteceu em junho, além disso, equipamentos estão quebrados e a sala de armazenamento de remédios tem caixas caídas no chão.
O secretário de saúde de Araci, disse que o posto foi aprovado por representantes do Ministério da Saúde durante visita na última quinta-feira (15).
Em entrevista à publicação, a médica Tamillys Figueiredo, 26 anos, criticou as condições de trabalho. "Toda semana a gente tem ao menos um dia sem água. Não tem ambulância. O desfibrilador não está funcionando. Se chegar alguém com parada [cardiorrespiratória], a gente vai orar, e só".
Ainda segundo dados levantados pela reportagem, a cidade vizinha de Tucano também entrará no programa, mas a unidade de saúde do povoado de Rua Nova, na zona rural do município, também possui deficiências apontadas pelos profissionais que já atuam no local. Segundo as médicas Luciana Alves, 26, e Eliana Matos, 29,  o posto não possui salas da gerência e de inalação coletiva. No entanto, a secretária de saúde de Tucano Isis Miranda, disse que unidade está em "ótimas condições" para receber os médicos cubanos.
Ao todo, 12 municípios do estado receberão profissionais estrangeiros do Mais Médicos. São 30 profissionais de outras nacionalidades que foram formados em universidades de fora do país. Dentre eles, 12 vão atuar na capital baiana.

Classificação Indicativa: Livre