Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Coronavírus

Coronavírus sobrevive por mais tempo na pele humana do que vírus da gripe, aponta estudo

[Coronavírus sobrevive por mais tempo na pele humana do que vírus da gripe, aponta estudo]
18 de Outubro de 2020 às 16:22 Por: Reprodução Por: Redação BNews


Um estudo da Universidade de Medicina da Prefeitura de Kyoto, no Japão, que foi publicado no Clinical Infectious Diseases, aponta que o novo coronavírus sobrevive na pele humana por mais tempo do que um dos vírus da gripe 

Pesquisadores fizeram dois tipos de mistura com meios de cultura ou muco respiratório: uma com Sars-CoV-2, o causador da Covid-19, e outra com o Influenza A, um dos responsáveis pela gripe comum. Por motivos éticos, os cientistas não poderiam aplicar um organismo potencialmente letal nas mãos de voluntários; por isso, eles usaram amostras obtidas de autópsias para criar um modelo da pele humana. Como haviam sido coletados apenas um dia após o óbito, esses enxertos ainda retinham a maior parte de suas funções.

Ao colocarem as duas misturas com os vírus na pele humana, os pesquisadores observaram que o Sars-CoV-2 permaneceu ativo por pouco mais de 9 horas, enquanto o Influenza A não sobreviveu a mais do que 2 horas. O estudo também mostrou que esses vírus resistem melhor em outras superfícies – como aço inoxidável, vidro e plástico.

Apesar dessa diferença de tempo de sobrevivência na pele humana, tanto o novo coronavírus quanto o vírus da gripe foram completamente desativados em apenas 15 segundos quando entraram em contato com etanol a 80% (v/v).

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso