Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Coronavírus

Bahia tem maior número de casos ativos da Covid-19 dos últimos 75 dias

[Bahia tem maior número de casos ativos da Covid-19 dos últimos 75 dias]
20 de Novembro de 2020 às 13:32 Por: Vagner Souza/BNews Por: Redação BNews

A Bahia registrou, nesta quinta-feira (19), 8.110 casos ativos da Covid-19, maior número desde 7 de setembro em que o Estado contabilzava 8.479 pacientes com o vírus ativo. De acordo com o último boletim emitido pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), nas últimas 24 horas foram registrados 2.849 novos diagnósticos e 25 mortes provocadas pela doença. Dos 380.294 casos confirmados desde o início da pandemia, 364.146 são considerados recuperados.

Ainda segundo a Sesab, os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (25,27%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (9.071,32), Itabuna (6.773,19), Madre de Deus (6.765,28), Almadina (6.698,39), Aiquara (6.612,69).

O boletim epidemiológico mais recente contabiliza ainda 778.762 casos descartados e 93.059 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (19).

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.038, representando uma letalidade de 2,11%. Dentre os óbitos, 56,22% ocorreram no sexo masculino e 43,78% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,58% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,11%, preta com 14,85%, amarela com 0,73%, indígena com 0,10% e não há informação em 11,62% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,81%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,27%).

LEIA TAMBÉM: 
Couto Maia tem aumento de casos de coronavírus entre funcionários; "Não vamos aguentar outra onda", alerta diretoria
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso