Coronavírus

Secretário de Saúde da Bahia pede 'bom senso' pelo adiamento do Enem

[Secretário de Saúde da Bahia pede 'bom senso' pelo adiamento do Enem]
13 de Janeiro de 2021 às 14:07 Por: Mariana Leal/MEC Por: Léo Sousa

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, reforçou nesta quarta-feira (13) o pedido para que o Ministério da Educação adie a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As provas estão marcadas para os dois próximos domingos (17 e 14), em meio ao agravamento da pandemia do novo coronavírus no país.

Nesta terça (13), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) enviou um ofício ao MEC pedindo a protelação do exame.

"[Há] o risco de se disseminar o contágio dos vírus, em função da aglomeração das pessoas nas salas de aula. Nós pedimos, não obtivemos resposta até hoje meio-dia, mas eu espero que exista bom senso dos organizadores, do Ministério da Educação, que a gente possa adiar", afirmou o titular da Saúde estadual em entrevista à Record TV Itapoan.

Na avaliação de Vilas-Boas, neste momento, a realização do exame pode ser mais danosa ao país que a suspensão.

"Não representará um custo maior para a sociedade adiar isso, porque se for realizado agora, esse custo será, de um lado, por mais vidas que virão a ser ceifadas pelo contágio do vírus e, pelo outro, por pessoas que não poderão fazer a prova porque os seus municípios estarão em colapso de saúde", argumentou o secretário.

O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) também expressou preocupação com a realização do Enem durante a pandemia. Mais de 5,78 milhões de candidatos estão inscritos na prova.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar