Coronavírus

‘Estamos vivendo um dos piores momentos desde o início da pandemia', afirma médico de Salvador

[‘Estamos vivendo um dos piores momentos desde o início da pandemia', afirma médico de Salvador]
22 de Fevereiro de 2021 às 13:24 Por: Reprodução/Instagram/bocaonews Por: Redação BNews

O coordenador médico do gripário do 16ª Centro de Saúde, Elmar Dourado, que atua na linha de frente contra a Covid-19 desde o início da pandemia, afirmou que a Bahia vive um dos momentos mais críticos após UTIs atingirem 80% de ocupação e fez um apelo neste domingo (21), por meio das redes sociais, para que a população colabore com as medidas preventivas para conter a disseminação do vírus. 

Mais de 890 pacientes estão internados em estado grave e os médicos precisam trabalhar exaustivamente para atender a alta demanda e salvar essas vidas. 

No vídeo, o médico, que também coordena a Unidade de Suporte Ventilatório inaugurada na sexta-feira (19) pela Prefeitura, equipada com 10 novos leitos de UTI Covid, falou que as equipes têm trabalhado com um alto grau de estresse devido à disseminação descontrolada do vírus.

“Venho em nome de todos os profissionais de saúde fazer um apelo à população. Estamos vivendo um dos piores momentos desde o início da pandemia. O número de casos vem aumentando, estamos com as unidades superlotadas, os pacientes estão mais graves e nós estamos exaustos, cansados. Portanto, a gente pede, faz um apelo à população: por favor, evitem aglomerações, evitem sair de casa sem necessidade. Use máscara. Por favor, nos ajude”, pediu Dourado.

O governador Rui Costa anunciou, devido ao aumento de mortes, internações e contaminações, a ampliação do toque de recolher no estado, que agora será das 20h às 5h, com exceção somente da região oeste. Bares e restaurantes devem fechar às 18h. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar