Coronavírus

Unidades de Assistência Respiratória aceleram a recuperação precoce de pacientes com Covid-19

[Unidades de Assistência Respiratória aceleram a recuperação precoce de pacientes com Covid-19]
07 de Abril de 2021 às 20:58 Por: Divulgação/Sesab Por: Redação BNews

A técnica de implantar Unidades de Assistência Respiratória (UARs), iniciativa pioneira no SUS na Bahia, já mostra resultados significativos. Depois de cerca de 20 dias em que os leitos estão funcionando, os pacientes dessas unidades obtiveram uma recuperação precoce da Covid-19 e foram transferidos em poucos dias para leitos de enfermaria clínica.

“A fisioterapia respiratória fez toda a diferença na minha recuperação da Covid-19. Os exercícios e os aparelhos utilizados, todos os dias, garantiram que meu corpo respondesse e se recuperasse mais rapidamente”, afirma o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

Após ter se contaminado com a Covid, o secretário aplicou a vivência na criação dos leitos de assistência respiratória na Bahia. “Assim, os pacientes conseguem ter suporte não invasivo, sem necessidade de intubação e, dessa forma, nós poupamos leitos de UTI, podendo deixá-los, apenas, para os casos mais graves”, acrescentou.

Até o momento, na Bahia, os leitos desse tipo estão implantados no Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, nos recém-inaugurados Hospital Metropolitano (HM) e Riverside, ambos em Lauro de Freitas, e em algumas unidades da rede própria da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Nos sete leitos de UAR em funcionamento no HRCC, dos 34 pacientes atendidos, 21 conseguiram se recuperar precocemente da Covid-19, o que representa 61% do total, e foram transferidos para a enfermaria em poucos dias para finalizar o tratamento. Atualmente, o tempo médio de permanência na UAR tem sido de quatro dias.

Já no Hospital Metropolitano, no qual 120 leitos de assistência respiratória estão funcionando, também se nota um resultado promissor na recuperação dos pacientes. Dois terços dos leitos de enfermaria do hospital integram a Unidade de Assistência Respiratória.

O Hospital Riverside, inaugurado no último final de semana, vai contar com 32 leitos do tipo quando atingir a sua plena capacidade. A programação é abrir leitos de UAR em todos os hospitais da rede estadual com gestão direta da Sesab. 

Como funciona

A Unidade de Assistência Respiratória (UAR) é um modelo de atendimento focado em fisioterapia respiratória e conta com profissionais especializados 24 horas por dia. São fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e psicólogos, entre outros. O paciente realiza constantemente exercícios motores e respiratórios, voltados para o fortalecimento muscular. As técnicas não são invasivas e auxiliam para o bom funcionamento pulmonar e também para a recuperação precoce de doenças respiratórias.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar