Polícia

São Gonçalo: Prefeito confronta PMs após prisão de homem que trabalhava em festa do Município na pandemia

[São Gonçalo: Prefeito confronta PMs após prisão de homem que trabalhava em festa do Município na pandemia]
24 de Junho de 2021 às 07:50 Por: Reprodução / Instagram Por: Redação BNews

A prisão de um homem que estava sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) conduzindo um veículo que participava de festejos juninos em São Gonçalo dos Campos, a cerca de 100 km de Salvador, gerou uma confusão envolvendo populares, policiais militares e até o prefeito da cidade, Tarcísio Pedreira (SD).

O fato começou na madrugada desta quinta-feira (24) e seguiu até por volta das 10h da manhã. Um policial militar tentou por diversas vezes negociar o fim da confusão com o prefeito, que se mostrava reticente. O policial chegou a pedir para que os carros que impediam a saída das viaturas deixassem o local, mas os aliados do gestor se negaram.

Em live transmitida por meio do Instagram, o gestor municipal chegou a dar voz de prisão aos militares por ter detido o homem. “Aqui, hierarquicamente, eu estou acima do senhor. O senhor está cometendo uma ilegalidade porque ele está trabalhando”, disse o prefeito.

Em outro momento, Tarcísio disse para um dos policiais que o governador Rui Costa (PT) “não está com o senhor. Se ele estivesse, estaria aqui”. Na live, o prefeito ainda acusou os policiais de agredirem verbalmente um guarda municipal. “Mandou o guarda tomar no c*. Chamou de filho da p***. Ele também está trabalhando”.

Até por volta das 7h40 da manhã, a confusão ainda continuava no local porque o homem estava detido na viatura. E, o prefeito exigia uma ordem judicial para saída das viaturas. “Todos os praças estão presos em flagrante. Eu quero ver essas viatuas saírem daqui”, disse Tarcísio. 

Uma outra confusão entre o prefeito e os policiais militares foi registrada na terça-feira (22), durante a mesma festa, o Forró Itinerante, que contava com um mini trio pelas ruas da cidade. 

De acordo com o comandante da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar (67ª CIPM), Major Lobão, a prefeitura havia solicitado apoio da PM, mas por causa do atual decreto do Governo do Estado que proíbe festejos juninos durante a pandemia para conter o avanço da covid-19, o apoio não foi confirmado.

"Nós fomos solicitados pela Prefeitura de São Gonçalo na semana passada para dar apoio a um Forró Itinerante que seria feito nas ruas da cidade. Aguardamos até a última segunda-feira, onde sempre tem uma atualização do Governo do Estado com relação aos decretos, então este documento foi publicado e informamos ao prefeito através de um ofício que não poderíamos dar o apoio que ele tinha nos solicitado", disse ao Acorda Cidade.

Ainda de acordo com o Major Lobão, apesar do decreto estadual, a prefeitura confirmou que faria a festa. "Nós fomos surpreendidos com o comunicado do secretário da prefeitura que o prefeito tinha determinado o minitrio sair pela cidade para que acontecesse o Forró Itinerante. Em decorrência disso, entramos em contato com o CPRL [Comando de Policiamento Regional Leste] que, sensatamente, determinou que cumpríssemos decreto do Estado", explicou.

Após o anúncio que a festa não seria suspensa, a Polícia Militar se deslocou para local dos festejos. "Nós fomos para São Gonçalo e ao chegar lá, muitas pessoas já estavam aguardando, cerca de 60 a 80 pessoas já esperavam, mas ainda sim, a informação era que ninguém iria atrás do minitrio, mas sabemos que iriam. Já estamos há dois anos sem essas festas e do nada vai sair um trio assim, sem ninguém ir atrás? Acho muito difícil. Não deixamos que isso acontecesse, pois o pico da Covid-19 iria aumentar e quem iria sofrer depois, seria claro, a população e os hospitais da região", afirmou.

Nas redes sociais, o prefeito de São Gonçalo dos Campos publicou um vídeo e criticou a ausência da Polícia Militar em outras ações da cidade. "Olá pessoal, hoje dia 22 de junho, são 20h11, a Polícia Militar da Bahia de forma arbitrária com várias viaturas, mas eu queria perguntar onde estava a Polícia Militar da Bahia, quando estava acontecendo os tiroteios, os bandidos tocando terror na cidade. No ano passado, fizeram o Forró Itinerante com a mesma promotora aqui de São Gonçalo e como médico, posso dizer que no momento da pandemia, é totalmente muito pior do que esse aqui. Gostaria de dizer e perguntar onde estava o Major Lobão e a Polícia Militar da Bahia que hoje disponibilizaram seis viaturas para fecharem as ruas aqui do município", disse.
 

Classificação Indicativa: 10 anos


Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar