Feriado / 7 de setembro

Marta Rodrigues defende ato a favor da democracia e não crê em ruptura: "As pessoas tem que ter juízo"

Henrique Brinco/BNews

Publicado em 07/09/2021, às 11h05    Henrique Brinco/BNews    Henrique Brinco e Luiz Felipe Fernandez

A vereadora do PT em Salvador, Marta Rodrigues, defendeu o ato que ocorre nesta terça-feira, 7 de setembro, no Campo Grande, a favor da democracia, em contraposição às manifestações antidemocráticas endossadas por Jair Bolsonaro. Em conversa com o BNews, a líder da oposição na Câmara afirmou que não crê na hipótese de ruptura das instituições democráticas, e é necessário combater todo o "ódio" disseminado hoje na sociedade.

"Acredito que não, né? As pessoas têm que ter juízo. Estamos falando de afirmar a nossa democracia, que é muito nova e foi fruto de muitas lutas", disse a vereadora. "Hoje é o encontro da democracia para que possamos incluir todos, todas e todes, sem mais ódio e vingança que vem acontecendo", acrescentou.

Entre as pautas "conservadoras" levantadas nos atos bolsonaristas no dia da Independência do Brasil, Marta classifica a tentativa de retomada do voto impresso como um "retrocesso" que só tem a intenção de fraudar o processo eleitoral.

"São pautas conservadores, não podemos dar eco a isso. O voto impresso, além de retrocesso, é roubo, fraude, é para quem quer fortalecer o coronelismo. A gente tem que dizer não", apela.

Classificação Indicativa: Livre