Olimpíadas

'É Brasil, é Bahia, é Salvador': Hebert Conceição vence luta, avança à semi e garante 1ª medalha baiana

Julio César Guimarães/COB

Publicado em 01/08/2021, às 07h12    Julio César Guimarães/COB    Lara Curcino

O pugilista baiano Hebert Conceição venceu por 3 rounds a 2, na manhã deste domingo (1º), o cazaque Abilkhan Amankul e garantiu ao menos a medalha de bronze do peso médio (até 75kg) nas Olimpíadas de Tóquio-2020.

O boxeador segue agora para a semifinal, em busca de assegurar a prata. Essa foi a primeira medalha conquistada por um atleta da Bahia nesta edição dos Jogos. Outro pugilista do Estado, Keno Marley foi eliminado nas quartas, uma luta antes de ter o terceiro lugar garantido

Ainda no ringue, logo após o anúncio de sua vitória, Hebert apontou para a bandeira nacional estampada em seu uniforme e disse às câmeras: "Estou aqui representando. É Brasil, é Bahia, é Salvador". 

Além dele, a atual campeã mundial na categoria leve (60 kg), Beatriz Ferreira, ainda representa a Bahia no boxe. Favorita ao ouro, ela enfrenta a uzbeque Raykhona Kodirova na terça (3), às 5h. Bia e Hebert participam pela primeira vez dos Jogos Olímpicos, assim como Keno. 

Notícias relacionadas:
Quer acompanhar os atletas baianos nas Olimpíadas de Tóquio? Confira o calendário completo
Bahia tem 10 atletas nas Olimpíadas; conheça cada um e veja as chances de medalha

Classificação Indicativa: Livre