Cidades

Operário morre em Jacobina

Funcionário foi esmagado por correia quando trabalhava em uma metalúrgica

Publicado em 11/10/2010, às 17h15        Redação Bocão News

O operário Gustavo Ferreira da Silva, 33, que trabalhava em uma unidade da empresa multinacional Jacobina Mineração e Comércio (JMC) - Yamana Gold Inc., localizada em Jacobina (a 330km de Salvador, região norte do Estado), morreu por volta das 2h30 desta segunda-feira (11), esmagado por uma correia transportadora quando trabalhava na britagem da metalúrgica.

Ainda não se tem informação se o trabalhador usava ou não algum equipamento de segurança no momento do acidente, o que deverá ser identificado pela perícia, segundo explica o delegado Henrique Morais, que informou, ainda, que o local onde ocorreu o acidente de trabalho já foi periciado e a polícia começou a ouvir os funcionários da empresa. “O corpo foi necropsiado no Departamento de Polícia Técnica e já foi liberado. O laudo pericial deverá ser oncluído provavelmente em dez dias”, explicou.

Segundo o pai da vítima, Antides Pereira dos Santos, Gustavo era natural de Brasília e morava em Jacobina há mais de 20 anos. Há quatro meses começou a trabalhar na Yamana Gold Inc. na área de fundição de ouro.

Antides afirmou que a empresa está prestando total assistência à família, tendo, inclusive,providenciado o sepultamento, realizado às 16h desta segunda-feira. Gustavo era casado e tinha dois filhos pequenos. Apesar de ter divulgado inicialmente, em nota oficial, o nome "Gustavo Ferreira da Silva", a empresa admitiu ter cometido erro de digitação.

Em nota, a empresa informou à população sobre o acidente, lamentando o ocorrido considerado, pela direção da empresa, como uma fatalidade. Conforme a direção da mineradora, foi aberta investigação para apurar as causas do acidente, além de adoção de medidas das corretivas, que faz parte do seu procedimento normal. 
Leia a íntegrada nota:

"A Jacobina Mineração e Comércio (JMC), empresa dedicada à mineraçao de ouro no municipio de Jacobina (BA), informa com muito pesar o fato ocorrido na madrugada desta segunda-feira, dia 11 de outubro, que resultou na fatalidade de seu colaborador Gustavo Ferreira dos Santos, 33 anos.

Na ocasião do acidente, por volta das 2h30, o colaborador encontrava-se supervisionando o transporte de minérios através de uma correia transportadora. Imediatamente após o acidente, a empresa movimentou sua equipe de segurança ao local para interromper as operações e prestar socorro ao acidentado que, infelizmente, não resistiu aos ferimentos.

A companhia já determinou uma investigação sobre as causas do acidente e a aplicação de medidas corretivas, como parte de seu procedimento normal de segurança e prevenção de acidentes. A empresa, através de seu departamento de Recursos Humanos, está dando toda a assistência à família de seu colaborador vitimado neste trágico acontecimento.

Ao lamentar esta perda em seu quadro de funcionários, a JMC reitera sua política e preocupação com a saúde e segurança de seus colaboradores, exercida através de orientação permanente junto a toda equipe sobre a obrigatoriedade de práticas seguras, não só no ambiente de trabalho, como nas demais atividades da vida normal. Os colaboradores da empresa são obrigados a participar do exercício Diálogos Diários de Segurança, que reforça de forma permanente os conceitos destas práticas a toda sua equipe de trabalho".

Classificação Indicativa: Livre