Cidades

Cratera em Vera Cruz é 'fenômeno geológico', afirma Dow Química

Reprodução

A empresa garante que já informou aos órgãos competentes, à prefeitura e ao governo, e que já se reuniu com moradores para explicar o ocorrido

Publicado em 11/06/2018, às 12h08    Reprodução    Tiago Di Araujo

A cratera que tem assustado os moradores da comunidade de Matarandiba, em Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, trata-se de um fenômeno geológico, conhecido como sinkhole, ou vazio subterrâneo, em português. É o que explica a empresa Dow Química, responsável pelas operações nas proximidades da erosão. 

"A Dow confirma que foi identificado uma erosão nas proximidades de suas operações em Matarandiba (Bahia). Trata-se de um fenômeno geológico conhecido como sinkhole, ou vazio subterrâneo, em português. Felizmente, por se tratar de uma região remota e de mata fechada, distante da área operacional e da comunidade, não houve feridos ou qualquer interrupção na rotina da ilha".

Em nota, enviada à reportagem do BNews, a empresa garante que está realizando apurações junto a especialistas e que os órgãos competentes já foram comunicados, além dos moradores da região, com quem definiram um limite de aproximação por questão de segurança. 

"A empresa está apurando os motivos desse fenômeno geológico com a ajuda de especialistas. Usando tecnologias, como drones, a empresa tem monitorado o local para compor um laudo técnico-cientifico. A mais recente medição realizada pelos especialistas mostra que a erosão tem as dimensões de 1/3 de um campo de futebol. A Dow já relatou aos órgãos competentes (ANM e Inema) sobre o ocorrido, bem como a prefeitura municipal e o governo estadual.  Além de manter os líderes comunitários informados, a empresa convocou uma reunião no último sábado, dia 9, com todos os moradores de Matarandiba para esclarecer suas dúvidas".

No comunicado, a Dow reforça que os limites estabelecidos devem ser respeitados e que uma definição sobre a erosão ainda está sendo avaliada. "Assim como foi reforçado nesse encontro, por uma questão de segurança, o acesso ao local está restrito a pessoas autorizadas. É muito importante que essa recomendação seja observada e que os limites estabelecidos pela Dow, por meio de uma barreira, sejam respeitados para que acidentes sejam evitados. Estudos geológicos mostram que não há uma maneira de prever o aparecimento do sinkhole. Desta forma, a empresa está avaliando o comportamento desta erosão e, com base nestes estudos, haverá a definição dos próximos passos".

Prefeitura de Vera Cruz
Em contato com a reportagem do BNews, a gestão municipal garantiu que acompanha os desdobramentos do "suposto acidente ambiental". "Desde que foi alerdada da ocorrência do problema, no dia 6 de junho, a Coordenação de Fiscalização e Licenciamento Ambiental municipal tem mantido contato direto e cobrado ações do Inema, instituto responsável pelo licenciamento e fiscalização do empreendimento, devido ao porte da empresa (Resolução CONAMA 4420/2015). Dentro das suas competências e atribuições, o município já solicitou as devidas providências e propôs o trabalho em conjunto para melhor acompanhamento do caso".

A prefeitura ainda confirma que a empresa realizou o isolamento do local e que aguarda agora informações técnicas sobre o ocorrido. "A prefeitura informa que o isolamento da área foi feito pela própria Down Química e que é avaliada, junto aos órgãos responsáveis, a necessidade de um estudo geológico na área com o intuito de mapeamento das possíveis áreas de risco na localidade de Matarandiba.
 A administração municipal já notificou a empresa, solicitando todas as informações técnicas e detalhadas sobre o ocorrido".

Inema
A reportagem do BNews também procurou o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), que informou ter enviado equipe ao local e que um relatório técnico está sendo elaborado para tomar as devidas providências. "A equipe de Fiscalização do Inema esteve no local na última quinta-feira (7). No momento todas as informações estão sendo levantadas para análise e elaboração de um relatório".

Matérias relacionadas
Vídeo: cratera em área da Dow Química em Vera Cruz deixa moradores intrigados
Marcell Moraes cobra apuração de suposto crime ambiental da Dow Química em Vera Cruz

Classificação Indicativa: Livre