Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: os desacertos de ACM Neto

[Na Sombra do Poder: os desacertos de ACM Neto]
04 de Outubro de 2018 às 00:00 Por: Arquivo/BNews Por: Editoria de Política0comentários

Estragos...

Soou como oportunismo no meio político a decisão do candidato ao governo do estado pelo DEM, Zé Ronaldo, de declarar apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Para alguns, ficou parecendo que o democrata, após não ter conseguido decolar nas pesquisas de intenções de votos, esperava colar sua imagem ao capitão da reserva do Exército para tornar a derrota para o governador Rui Costa (PT) menos acachapante. Para o presidente nacional do DEM, ACM Neto, ficou a impressão de que sua liderança não é tão forte quanto parece.

...irreparáveis

Dois vereadores com bom trânsito no grupo próximo ao gestor soteropolitano afirmaram a esta coluna que ACM Neto ficou enfurecido com a rebeldia do ex-prefeito de Feira de Santana sem ter avisado nada. Daí a decisão de não participar mais de atos da campanha do correligionário na capital e no interior. "Bombeiros" tentaram, ao longo desta quarta-feira (3), apagar o incêndio, mas o trabalho foi em vão.

Sarna para se coçar

Ao roubar a cena no debate da TV Bahia externando sua predileção por Bolsonaro em detrimento de Geraldo Alckmin, Zé Ronaldo procurou sarna para se coçar e, asseguram aliados, já está pagando caro pela decisão. O futuro é uma incógnita.

Recorrente

Essa não foi a primeira divergência entre Neto e Zé Ronaldo. Há poucos dias, o candidato demonstrou sua inclinação política ao fazer uma enquete em que elogiava a manifestação de eleitores de Bolsonaro em Retirolândia. Ao dizer que ali estava a verdadeira pesquisa, o democrata construía sua intenção de voto e, quiçá, de apoio para presidente.  

Os desacertos de Neto

Se as eleições fossem hoje, as pesquisas mostram que Neto sofreria uma derrota amarga nas urnas. Seus candidatos não decolaram e a previsão é que o número de deputados do seu grupo sofra redução. 

Bellintani vem aí

Em meio ao racha na base do prefeito ACM Neto, surge um nome muito forte, curiosamente pelo lado do governador Rui Costa. Ex-pupilo de outrora do democrata está sendo alçado como provável candidato de forte musculatura para a prefeitura de Salvador em 2020 no time do governador petista. Alguns pedidos feitos pelo presidente do Bahia à prefeitura soteropolitana para benefício do clube vêm sendo negados pelo Palácio Thomé de Souza. O fato de estar encontrando "porta fechada" estaria deixando o ex-secretário municipal muito à vontade para um "racha" com a turma de Neto. No ninho petista, ele já é cortejado por alguns caciques para iniciar a caminhada rumo ao Thomé de Souza em 2020. Muita água deve rolar por debaixo dessa ponte.

Serve Mais x Sabore

Esta coluna relatou, há pouco tempo, o round travado pelas empresas Sabore e Serve Mais pelo fornecimento de alimentação para o Hospital Ana Nery. Nesta quarta (3), a Justiça decidiu acatar um pedido da Serve Mais e mandou derrubar uma decisão que sustentava o contrato emergencial de 2016 firmado pelo governo estadual com a Sabore. A magistrada entendeu que a companhia contratada se encontra inidônea e oferece risco ao erário. É briga de gigantes.

Principiantes

Na reta final da campanha eleitoral, chovem denúncias de calote para tudo quanto é lado. Entre os candidatos mais citados por pessoas que já tem larga experiência em campanhas políticas, estão empresários que tentam a inserção no meio político. Ou seja, marinheiros de primeira viagem.

Uma vela para Deus e outra para o Diabo

Uma jornalista, que por onde passa chama a atenção e já trabalhou em diversos órgãos públicos, consegue uma façanha. Trabalha, ao mesmo tempo, para um candidato ao Senado e para um site de política, entrevistando os opositores do assessorado. Em tempos de campanha eleitoral, há quem comente nas rodas de conversa sobre onde foi parar a imparcialidade jornalística.

Aliados, mas não muito

Não chamem para a mesma mesa os candidatos à Câmara dos Deputados Claudio Silva (PHS) e Dayane Pimentel. Ele se auto denomina “O Bolsonaro da Bahia”. Ela, “A federal de Bolsonaro”. Embora integrem a mesma coligação proporcional, não há acenos de bandeira branca entre eles.

Debandada?

O cenário de crise política tem levado candidatos ao desespero nesta campanha eleitoral. Um deputado que integra a base aliada do governo baiano foi procurado por dois parlamentares federais que tentam a reeleição no campo da oposição. A proposta: colocar os seus números de urna nos santinhos que levam nomes como o de Fernando Haddad (PT) e Rui Costa (PT). A ideia é conquistar voto do eleitorado desatento que só se preocupa com o voto para a majoritária.

Cabo eleitoral

De olho em uma futura candidatura para prefeito de Lauro de Freitas, o advogado Gustavo Ferraz (DEM) segue firme na função de cabo eleitoral do deputado federal Cacá Leão (PP), candidato à reeleição, e do vereador Leo Prates (DEM), candidato a deputado estadual. Ex-diretor da Defesa Civil de Salvador, Ferraz teve sua imagem arranhada depois que foi preso no caso das malas com os R$ 51 milhões de Geddel Vieira Lima. O advogado tenta dar a volta por cima.

Sorriso largo

O resultado da última pesquisa para o Senado que coloca os candidatos da chapa do governador Rui Costa (PT), Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD), em primeiro e segundo lugar, respectivamente, animou e muito a base governista nesta reta final de campanha.  A ordem, inclusive, é cair em campo e não descansar até domingo. 

(Des)acelerando

Rui Costa cancelou sua participação no debate da TV Aratu marcado para esta quinta-feira (4). Em contrapartida, espera toda a sua chapa majoritária em caminhadas agendadas para Itaparica e Vera Cruz. 

Alerta vermelho 

A turma de Irmão Lázaro (PSC), por sua vez, que até então reinava na segunda colocação e passou para a terceira na corrida pelo Senado, ligou o sinal de alerta. Até mesmo mensagens de WhatsApp com sugestões de votos estão sendo enviadas como forma de tentar reverter essa baixa inesperada. Mas o discurso de otimismo persiste. 

Autoexame

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) deixou no ar uma instigante mensagem em sua campanha nas redes sociais. Em vídeo divulgado para seus contatos no aplicativo WhatsApp, o emedebista fala sobre a saúde do homem e cita o exemplo da importante campanha contra o câncer de mama. Veja e tire suas próprias conclusões sobre autoexame:

Melancia na cabeça

Para já chamar a atenção do eleitor, candidato faz de tudo um pouco. Mas insinuar que sabe cortar cabelo é novidade:

Pop Star

Ex-presidente do Legislativo soteropolitano, o vereador e candidato a deputado estadual Paulo Câmara (PSDB)  se sentiu um pop star ao publicar foto de um evento na CMS. Confira:

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas