Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Quem botou a loira pra dentro?

[Na Sombra do Poder: Quem botou a loira pra dentro?]
Por: Divulgação/ Agência LK/ Reprodução/ Redes sociais/ Arquivo Por: Editoria de Política 0comentários

Quem botou a loira pra dentro?
Uma esposa do primeiro escalão da prefeitura de Salvador bradava pelo camarote da Virada, questionando para quem quisesse ouvir, quem havia colocado uma reluzente loira dentro da área vip. A moça exibia um corpaço, com curvas bem acentuadas em um minúsculo vestido branco. A esposa procurou o segurança para tirar a moça do espaço, mas ele fingiu-se de morto. Sobrou para um assessor do prefeito convidar a tal blond a se retirar. Teve gente torcendo o nariz com a saída da beldade.

Vereador boca rota
Um vereador do capital baiana, acostumado com comes e bebes de segunda, não se conteve no camarote da Virada ao se ver cercado de iguarias e bebidas importadas. O rapaz acabou indo parar mais cedo no banheiro com indisposição estomacal. Quem viu a cena garante que foi tão feia quanto ele mesmo.

Nuvens pesadas
Fazia tempo que Salvador não entrava em um ano novo debaixo de nuvens tão pesadas. A chuva que caiu nos dias do Festival Virada, embora estivesse prevista pelos meteorologistas, assustou pela intensidade. As línguas afiadas de plantão disseram que a tempestade que abateu a Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, veio de Brasília, junto com a comitiva de um turista ilustre que ficou hospedado na praia de Inema. O ocupante do Planalto não ficou pra noite da virada, mas deixou o rastro do caos com fenômenos atípicos que incluíram até chuva de granizo. Pelo jeito, Salvador não reagiu bem à visita.

Descendo do salto

O aguaceiro, por outro lado, obrigou o prefeito ACM Neto a descer do salto e enfrentar o desgaste que a situação provocou, incluindo o cancelamento dos shows de Safadão, Psirico e Alok. O clima ficou bastante apreensivo para quem estava próximo ou em cima do palco. Cachoeiras se formaram no teto e alagaram o chão. O risco de choque elétrico fez com que o local tivesse que ser esvaziado. Público e profissionais ficaram em risco por causa dos problemas causados pela chuva torrencial. Até a iluminação pifou.

Mantendo a tradição

O prefeito ACM Neto apareceu no Festival da Virada com um novo amor. A bela da vez responde por Mariana Barreto que fisgou o chefe do Palácio Thomé de Souza. Ele apareceu bem mais sorridente. Está amando.

Agarrando a oportunidade

Agarre as novas oportunidades deste ano como ACM Neto e Bruno Reis se cumprimentam. Prestes a ser anunciado oficialmente como o nome governista para sucessão, Reis não escondeu a emoção e a ansiedade.

Predestinado?

O vice-prefeito só vai vestir o manto de pré-candidato dia 6 de janeiro - Dia de Reis [momento em que, segundo a tradição cristã, Jesus Cristo quando recém-nascido recebera a visita de "alguns magos do oriente"]. A escolha da data foi uma coincidência ou será Bruno REIS um predestinado? A conferir.

Coincidências
Ainda sobre o Dia de Reis, a alusão à data bíblica também pode ser aproveitada no campo petista. Se Neto pode anunciar BRUNO Reis no dia de Reis, uma corrente do PT liderada pelo deputado Valmir Assunção pretende lançar o nome da secretária estadual de Reparação, Fábia Reis como alternativa à prefeitura de Salvador. Ninguém sabe se será dia 6 de janeiro. Afinal, a briga com outras correntes petistas será grande e um pouco mais demorada.

Fora de campo, mas não fora de combate

A escalação oficial ainda não saiu, mas já sabemos que a esquerda entrará em campo sem a peça que poderia definir o jogo eleitoral de Salvador. Guilherme Bellintani fez as contas, leu cenários e decidiu se preservar. Antes de dar a negativa ao grupo do governador Rui Costa, ele também recebeu convite para ser vice de Bruno Reis, mas não topou. Resta saber quem vestirá a camisa 10 pelo time do Correria, porque Pastor Sargento Isidório parece não ter habilidade pra isso. Bellintani segue na presidência do Esporte Clube Bahia e continua cobiçado pelos dois campos para ajudar na elaboração de um programa de governo. Bruno Reis, por exemplo, já disse que vai procurá-lo.

De joelhos
Muitos caciques tentaram passar uma sensação de normalidade, mas a verdade é que a oposição ficou desnorteada com a recusa de Bellintani e precisará correr se quiser realmente colocar um nome com real chance de vitória na disputa. O grupo ficou a reboque do ex-secretário de Neto até os 45 do segundo tempo de 2019. Ficou de joelhos tentando emplacar o nome projetado pelo principal opositor e agora ter que se levantar pra não perder de vez o timing.

Menos um
Se no grupo de Rui alguns caciques estão desnorteados com a recusa de Bellintani, no lado de Neto teve cacique comemorando. Em conversa com esta coluna, alguns preferiram não comentar o assunto de forma oficial, mas não esconderam o alívio. "Menos um", disse um deles. Sinal claro de que Bellintani ia mesmo para o lado de Rui.

#Xatiado

Quem não pareceu muito animado com a mexida de tabuleiro nos últimos dias foi o secretário municipal de Saúde, Leonardo Prates. Pelo menos no registro chegado à NSP, ele aparece ao fundo em uma foto de Neto com alguns vereadores da base no Festival Virada Salvador.

Soldado avulso
Fontes da NSP garantem que vai ter soldado de Neto enfrentando o major. Leo Prates avalia manter a candidatura a prefeito mesmo sem ser o nome do grupo governista. É sabido que Neto quer Bruno e deve anunciá-lo como candidato nos próximos dias.

#tbt: saindo do chão da fábrica

Exatamente um ano atrás, Geraldo Júnior saía do chão da fábrica para pilotar o orçamento anual de quase R$ 200 milhões do Legislativo de Salvador. A posse movimentou e envolveu figuras de diversos polos partidários numa interação que desenrolou ao longo do ano, mas que, até então, não rendeu nada de concreto.

Destemidos

No último dia de 2019, ACM Neto participou do ato de entrega de novos ônibus com ar-condicionado, no Jardim de Alah, e depois seguiu para vistoriar os reparos na Arena da Boca do Rio. Deu ordens expressas para que toda a equipe fosse junto, mas uns poucos destemidos ignoraram o comando e prolongaram a agenda beira-mar para se hidratar com água de coco. 

Fantasia Democrata

Quem também aproveitou a trégua da chuva pra deixar o esqueleto em dia foi o ex-deputado José Carlos Aleluia. Fantasiado nas cores do Democratas, ele interrompeu a caminhada pela orla do Jardim de Alah pra abraçar Neto e outros correligionários. 

Faltou ar

Já Fábio Mota, secretário de Mobilidade, se viu às voltas com o atraso na entrega parcial de novos ônibus com ar-condicionado e acabou parando no hospital. Quem revelou o perrengue foi prefeito ACM Neto enquanto discursava sobre a saga dos coletivos climatizados.

Em tempo: o combinado era colocar 80 veículos em circulação, mas apenas 30 foram apresentados. Renegociaram e empurraram para fevereiro a entrega dos 50 restantes.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas