Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: O deputado e a novinha na cobertura

[Na Sombra do Poder: O deputado e a novinha na cobertura]
Por: Reprodução/Redes Sociais Por: Editoria de Política 0comentários

O deputado e a novinha

Uma novinha que mora na região da orla de Salvador, próximo à Barra, é financiada por um deputado do legislativo baiano ao custo de R$ 7 mil ao mês, numa cobertura fantástica. A esposa do parlamentar já está com detetive investigando a garota, e mesmo assim ela não para de postar vídeos no Instagram e em outras redes sociais. Agora pasmem: o deputado, com um ciúme que lhe é peculiar, vive a questionar todos os conhecidos que cercam a novinha. A esposa do bonitão promete não deixar barato!

O tarado do direct ataca no CAB

Dessa vez o tarado do direct ataca pelo CAB, na secretaria de Educação. O marmanjo continua a mandar seus directs para todas as colegas de plantão. O assunto já chegou ao secretário Jerônimo, que está bastante indignado. Dizem que a inteligência da SSP já monitora todo o TI da Educação para investigar de onde partiram as mensagens. O governador Rui-Correria, preocupado com os respiradores, não tomou conta do assunto. 

O conde dos 7 mares

Um alto executivo da gestão municipal largou o Litoral Norte para assumir a função na prefeitura de Salvador. A fim de relaxar após uma pandemia política, resolveu arriscar-se pelos sete mares da Baía de Todos os Santos. Esse conde tem nome e sobrenome. O Thomé de Souza já avisou que ele não volta mais. Vai ficar pelos mares da BTS. O Litoral Norte o expulsou, já não o quer mais. Haja ônibus pra ele rodar depois! Algumas viaturas do carro preto já estiveram na sua porta.

São João passou por aqui?

A pandemia deixou artistas e bandas a ver navios com a suspensão dos tradicionais festejos juninos. Era a hora de fazer uma grana extra. Mas quem ficou no aperto mesmo foram os lobistas, acostumados a mediar contratos e convênios com as prefeituras nesse período, que não acharam nada, nenhum doce sequer na Bahiatursa. O peso pesado do órgão, Diogo Medrado, mergulhou e ninguém o encontra.

PRBruno

Fontes da NSP dão conta que o PRB (hoje Republicanos), numa reunião na tarde desta quarta-feira (17), enquadrou Bruno Reis e não abre mão de indicar o vice na chapa majoritária de sucessão de ACM Neto. A articulação tem mãos fortes do presidente estadual do PRB, o deputado federal Márcio Marinho, e do presidente da Câmara de Vereadores, Geraldo Júnior (MDB). Tudo passa por eles, e o voto dos evangélicos conta muito nessa eleição. O saldo da reunião: ou vai ou racha! Se não for atendida, a sigla dos bispos cogita andar em direção oposta.

Pode isso, Brasil?

Mesmo com as incertezas que cercam as eleições municipais, já existe pré candidato a vereador burlando as leis eleitorais. Aliado de João Carlos Bacelar, Emerson Penalva anda divulgando a utilização de recursos próprios para troca de iluminação em comunidades de Salvador. Pode isso, Brasil?

Quieta, Duda

Diagnosticado com Covid-19, o vereador Duda Sanches mostrou nas redes sociais boa forma e disposição, mesmo durante a quarentena. Após postar registros de prática de exercícios físicos em casa, o edil participou de uma live com um especialista, que esclareceu o equívoco das atividades. Segundo o infectologista, certo mesmo é ficar em repouso. O vereador entendeu o recado, e como um príncipe, se desculpou perante os seguidores.

Neto retou

O vídeo divulgado pelo BNews da Barra cheia em pleno domingo deixou o prefeito ACM Neto "P" da vida. Também puderas...  Ações, investimentos e medidas para conter a proliferação do vírus não faltam, pelo visto o que falta mesmo é a conscientização do povo.  

Neto fechou

Mas o soberano não deixou passar. Um dia após a divulgação do vídeo, o prefeito anunciou, em coletiva, a interdição de Barra. Neto, literalmente, fechou!

Tem gente se gabando no Thomé

Apesar do prefeito ACM Neto ter sido duro em fiscalizar as compras de equipamentos para combater a pandemia, tem um playboy se GABANDO dentro da prefeitura que é ele o homem que resolve tudo, que compra máscaras, EPIs, respiradores e tudo mais...O assunto chegou no alto clero do Thomé de Souza e logo logo o prefeito vai cortar as pernas do nobre menudo. É muita roupa pra pouco corpo. Menos, rapaz....menos!

Sem desculpa

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, ficou "pistola" com o deputado estadual Capitão Alden (PSL), após este invadir o Hospital Riverside, em Lauro de Freitas, pra "fiscalizar" a unidade. O parlamentar reclamou que o chefe da pasta não o deixou visitar as unidades. "Ele foi autorizado e visitou a Arena Fonte Nova antes de inaugurar. Hospitais com pcts Covid19 não podem receber visitas", deixou claro o cardiologista, negando a alegação do deputado bolsonarista. É, o modus operandi é esse mesmo: invadir, pra capitalizar. O deputado conseguiu. Repercutiu nacionalmente.

De capitão para capitão 

A ação do capitão Alden obedece ao conselho do presidente Jair Bolsonaro, ex-capitão do Exército, que fez da instabilidade sua principal companheira de governo. De capitão para capitão, vale parafrasear o dito popular, manda quem pode, obedece quem não tem juízo.

A pergunta que nos importa

A perguntar que não quer calar: e o dinheiro do golpe dos respiradores, Rui, quando chega de volta?
O governador Rui Costa (PT) continua sua saga de antagonizar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais (o petista é especulado para 2022), mas, após o escândalo envolvendo a suspeita de fraude na compra dos respiradores, a população só quer saber disso. "Eu quero saber é do nosso tutu daquela taboca dos respiradores"; "Vc está correndo atrás do dinheiro que vc pagou, para algo que não foi entregue -os famosos respiradores - Se vc não tiver interesse a população baiana tem" (sic). Foram algumas das respostas de seguidores do governador em postagem a favor do inquérito das fake news.

Colbert nas cordas

Feira de Santana atravessa, sem bússola, a jornada contra o novo coronavírus. Perdido, o prefeito Colbert Martins faz uma trapalhada após a outra e vê a pandemia varrer a cidade. O número de casos e as queixas por falta de atendimento colocaram o emedebista nas cordas. Pelo tom da oposição, vai ser porrada até as urnas. 

Diga ao povo que fico

A Câmara votou, mas o prefeito de Jequié desconsiderou a decisão que determinou seu afastamento da prefeitura por 90 dias. Reagiu à la Dom Pedro I e só faltou bradar “Diga ao povo que fico”. 

Futuca que tem história...

Se futucar, vai acha o motivo de Alex Futuca ter deixado a Limpurb sem nem mesmo esquentar a cadeira. Há quem diga que Neto tem tratado o MDB e aliados como meros e simplórios nanicos compositores da gestão. Não tem dado tanto prestígio. Mas futuca, futuca que sai história...

Futuca que tem história... 2

A Limpurb mesmo, apesar das trocas de comando, continua como feudo de um ex-dirigente que ainda manda e desmanda e nomeia e exonera quem quer. E tem é articulação. Se futucar sai história... 

Quando o inverno chegar...

Já tem gente fazendo as contas e apresentando partidos como alinhados para correntes futuras na possível troca de comando na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Ainda tá cedo para tal, mas as articulações voltaram em meio ao trabalho remoto. Estão animados, os mais otimistas, estão confiantes, mas escrevam, quando o inverno chegar na Rússia...

Enfim

Enfim, a bancada de oposição da AL-BA arrumou o que fazer e aproveitou o imbróglio o caso dos respiradores e encampou discurso para incomodar o governo. Essa comissão interestadual tem balançado as estruturas de setores governistas, que agora partem para o revide com gás. A troca de farpas de Rosemberg Pinto com Paulo Câmara que o diga. 

Lobo solitário

Mas o detalhe aí é que Paulo Câmara foi praticamente abandonado pela matilha oposição. Nem Sandro Régis (líder do bloco), ou Alan Sanches, Targino e Marcell – são os pitbulls mais raivosos da minoria...ninguém deu um pio. O tucano avançou sozinho numa investida pesada cobrando explicações do governo e até mesmo a convocação do governador Rui Costa à AL-BA para dar esclarecimentos.

Imprensa livre, mas nem tanto

Tem deputado esquerdista por aí que defende aos quatro ventos a liberdade de imprensa, tanto que não incomode a ele. Aí, sai de baixo, que é fake news, destruição de reputação e má-fé. A vidraça do momento são os bolsonaristas, mas quando o outro lado está mandando o ataque é o mesmo. Resumo da obra: o jornalista apanha de qualquer jeito, e com ele a população.

Tranca

A pergunta que não quer calar: teve tranca rua pra STJ pedir pra trancar o processo de Maurício Barbosa contra Targino? O chaveiro que tiver essa chave, vale fazer serviço no processo do TSE. Vai que tranca lá também? Esse chaveiro tá melhor que São Pedro. E olhe que as causas impossíveis são de Santo Expedido.

Ato falho ou premonição?

Na semana passada, em conversa com a GloboNews, o prefeito ACM Neto foi chamado de "governador" por um dos apresentadores. Desconcertado, Neto deixou escapar um sorriso bobo. Só não sabemos se foi um ato falho, rememorando o passado do seu avô, ou uma premonição. 2022 é logo ali!

Apoio velado

Só sendo muito ingênuo ou desatualizado do noticiário político pra não saber que o DEM é Centrão, sim, e o prefeito de Salvador, ACM Neto, é aliado do presidente Jair Bolsonaro. Com ministros no governo e filiados em cargos de confiança, o chefe do executivo municipal continua negando publicamente o apoio. Agora que a coisa apertou, todo mundo sai fora. Mas quem esquece o abraço apertado entre os dois na inauguração do aeroporto em Vitória da Conquista?

Teste eleitoreiro

O novo coronavírus é uma tragédia na saúde pública, que já vitimou milhões de pessoas. Mas também é visto como uma oportunidade para políticos oportunistas chamarem a atenção. Tem parlamentar, que o cidadão nem sabia que existia, anunciando que fez teste e deu negativo. Amigo, proponha um projeto e ajude seu eleitorado. Sem mais.

Não larga o osso

A expectativa é grande para que o senador Angelo Coronel apresente o relatório do projeto de lei que prevê punição para quem dispara fake news. Evocando a experiência como presidente da CPMI, reluta para tocar o texto de Alessandro Viera, Felipe Rigoni e Tábata Amaral e reivindica o papel de protagonista. Em sua defesa, diz que ainda está ouvindo parlamentares e entidades. A verdade é que a demora tá pegando mal. Tá hora de largar o osso!

Vai tarde

Depois de dispensar R$ 1 bi em recursos recuperados pela Lava Jato para ser investido na educação e pedir prisão dos 11 ministros do STF, Abraham Weintraub finalmente vai deixar a pasta. Pouco fez além de alimentar ideias conspiracionistas e discursos ideológicos. Só dá aquele calafrio de pensar que o substituto pode ser mais um militar para se juntar aos mais de 3 mil da ativa no governo Bolsonaro. Ainda assim, Abraham, vai tarde!

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas