Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Corra que o Gaeco vem aí

[Na Sombra do Poder: Corra que o Gaeco vem aí ]
11 de Fevereiro de 2021 às 05:00 Por: Divulgação/ Reprodução/ Redes sociais/ Agência Brasil Por: Editoria de Política

Corra que o Gaeco vem aí
A operação deflagrada nessa quarta-feira (10) nos esquemas do Detran em Lauro de Freitas e em Salvador desencadeou um verdadeiro corre-corre nos bastidores da política baiana. A coluna apurou que quatro caciques de partidos locais, que tinham seus interesses todos lastreados no órgão, já estão começando suas debandadas para as regiões sul, norte e, mais precisamente, sudoeste do estado. A turma começou a desarmar acampamento desde que o jovem gestor Rodrigo Pimentel entrou varrendo tudo e todos. Há quem diga que não vai ficar pedra sobre pedra.

#tbt eu avisei

Em novembro de 2019, a NSP deu pistas sobre o início da vasculha que o MP-BA (leia-se Gaeco) e a PRF trouxeram à tona nesta quarta-feira. A profecia se cumpriu. Quem avisa amigo é... 

Pra relembrar - James Bond no Detran

Um investigador de alta patente da polícia está infiltrado no Detran-BA. Isso porque as atrocidades que foram feitas antes da gestão do atual superintendente Rodrigo Pimentel foram encaminhadas ao Gaeco do MP-BA e à Polícia Federal. O que foi levantado por esse jovem rapaz é coisa de deixar qualquer um Fernandinho Beira-Mar de cabelo em pé. A turma das letrinhas foi de Santa Catarina ao Maranhão e não teve nenhum mansinho nessas falcatruas. O governador Rui Costa autorizou o cacique do órgão a fazer a limpa, expulsar de lá os políticos de diferentes correntes e até filho de peixe grande vai no bolo. 

Faroeste
Após as últimas delações colhidas na Lava Jato baiana, o Judiciário local já espera um tsunami. Tem gente que já está montando seu kit PF [Praia do Forte] e ajeitando suas mansões para receber a visita dos agentes de preto. Há quem diga que os depoimentos colhidos recentemente são nitroglicerina pura e pegam muita gente com as barbas de molho.

Zé Cocá e o bypass em Serrinha

O prefeito de Jequié, Zé Cocá, está sendo considerado no meio político como um grande jogador de xadrez. De voz mansa, jeito tímido e sempre apaziguador, comeu pelas beiradas, a começar pela vitória em Jequié onde levou de goleada. Agora, na eleição da UPB, chamou para perto os prefeitos de Serrinha e de Governador Mangabeira e deu um abraço de urso nos dois. Mexeu as peças do tabuleiro e virou o candidato único na disputa, tendo, praticamente, o título na mão. Deu um verdadeiro bypass no colega de Serrinha.

Carta fora do baralho progressista
O prefeito de Serrinha resolveu cair fora do PP. Depois de ser "orientado" a desistir da candidatura à União dos Municípios da Bahia (UPB), Adriano Lima resolveu sair do partido. Nos bastidores, a impressão que ficou para os pepistas é que o prefeito quer "se bandiar" para o grupo de ACM Neto (DEM), que chegou a manifestar apoio à sua candidatura. 

Roma em festa

A chegada de João Roma ao Ministério da Cidadania derrubou ACM Neto de cima do muro. O discurso de independência com relação ao governo de Jair Bolsonaro caiu por terra com a ascensão do homem de confiança de Neto à Esplanada dos Ministérios. Enquanto Roma vive a euforia da promoção, o ex-prefeito de Salvador amarga o efeito colateral de não ver suas palavras refletirem a realidade.

Reaprendendo
De um observador político: Neto subiu para Brasília achando que estava lidando com os vereadores de Salvador. Tomou um choque de realidade e sentiu a pressão. Está reaprendendo a jogar com os tubarões. 

Louros da guerra
Engana-se quem pensa que os dissabores com Rodrigo Maia fizeram mal ao ex-titular do Thomé de Souza. Ele está é gostando dessa visibilidade nacional gratuita com entrevistas nos principais jornais do país. Se não fosse isso, estaria no ostracismo do interior da Bahia, comendo poeira e fazendo "workshop". 

Elmar Todo-Poderoso

E por falar em guerra, por onde anda o deputado federal Elmar Nascimento? Ele foi o estopim do racha no DEM quando acusou Rodrigo de Maia de traição por escolher o emedebista Baleia Rossi em vez de sustentar o seu nome, como combinado nos bastidores. Elmar passou a apoiar Arthur Lira e agora passeia com status de todo-poderoso por causa do espaço que conquistou no Centrão e no Planalto, na artilharia de fogo-amigo contra Maia. O crescimento dele acendeu uma luz amarela na "soberania" de Neto no campo da oposição para 2022. 

Que história é essa, galego?
O diretório do PT na Bahia resolveu divulgar que quer o senador Jaques Wagner de volta ao governo do estado. A manifestação causou mal-estar na base, que tem outros nomes de olho em 2022, como o senador Otto Alencar (PSD) e o vice-governador João Leão (PP). O presidente do PSD no estado tratou logo de deixar claro, publicamente, que ainda há muita água pra rolar. 

Superstição
Indagado sobre as eleições de 2022 e o fato de o PT escolher Wagner como candidato, Otto usou toda a sua expertise e superstição política. "Só decido em março de 2022, mais precisamente em 29 de março". Isso porque, segundo ele, em 29 de março de 1986 foi a data que resolveu se candidatar à deputado estadual. Desde então, virou tradição bater o martelo nesse dia. Cada um com seus costumes!

Ajuda soberana

O governador Rui Costa tem agenda nesta quinta-feira em São Gonçalo dos Campos, cidade envolvida numa negociação eleitoral para cooptar o apoio do ex-deputado estadual Targino Machado a Zé Neto no segundo turno em Feira de Santana. Em troca, Rui moveu céus e terras em São Gonçalo para viabilizar a eleição do filho de Targino - Tarcísio Pedreira. Será que o moço vai aparecer no evento para agradecer a ajuda soberana?

O líder tá sabendo disso?

Dois expoentes da política local [contém ironia] já articulam parceria para as eleições de 2022. Detalhe: os dois patinaram em 2020 e estão com tempo livre para devaneios. Um não levou adiante a jornada pela prefeitura de Ibirataia e o outro não subiu as escadas da CMS. A NSP apurou que Geraldo Júnior ficou espumando com a cena e já entrou em campo para reposicionar as coisas. 

Deixa o homem falar

Bruno Reis confessou numa coletiva esta semana que sua assessoria fica apreensiva toda vez que ele é perguntado sobre política em vez de aspectos técnicos da gestão. A equipe não confia na oratória do chefe? O homem passou quatro anos só pegando o rebote de ACM Neto e agora que virou protagonista do microfone querem segurar? Deixa o homem falar… 

Vergonha
Da ex-bolsonarista Sara Winter: "Nunca mais vocês vão me ver gritando ‘mito". E essa vergonha, vai passar no débito ou no crédito?
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar