Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Minha Casa, Sua Vida 

[Na Sombra do Poder: Minha Casa, Sua Vida ]
23 de Setembro de 2021 às 05:30 Por: Reprodução/Instagram/Redes sociais Por: Editoria de Política

Um famoso empreiteiro baiano está vendendo a boca miúda sua bela mansão em Praia do Forte. Aos mais próximos, ele afirma que a casa está grande demais e já não vê mais motivos para continuar com o palácio, porém as “boas línguas” dão conta que o moçoilo está apreensivo com o que vem por aí, após algumas peripécias em licitações na capital baiana. Alguns gaiatos de plantão já soltaram a pérola, “Minha Casa, Sua Vida”. 

De quem é esse tablet?

Chamou atenção a licitação dos tablets da Prefeitura de Salvador. 118.375 mil unidades, com o valor total de R$ 88.781.250,00 e mais 8 mil chromebooks cada um a R$ 1.720,00.. Lá se vai R$ 102.541.250,00. Com esse montante, o contrato milionário está sendo disputadíssimo, sqn. A NSP ficou sabendo que precisa ter “Muito Laser” para levar esse contrato. 

“Fica Lobão”

A repentina saída do superintendente do DNOCS Lucas Lobão agitou a cena política local essa semana. Sempre solicito com parlamentares baianos, o rapaz teve uma queda brusca da pasta. Os mais bem informados dão conta de que tem dedo do pernambucano João Roma na exoneração, pois o jovem lobo vinha atendendo muitos correligionários de outros partidos. Muitos deputados federais e estaduais correram para acudir o moço. Há quem já fale até em uma campanha pelas redes sociais: Fica Lobão! 

Festa de arromba

A festa de arromba da vereadora Roberta Caires em Trancoso deu o que falar. O luxo do evento e a aglomeração não passaram despercebidos. As imagens mostram pura animação em comemoração ao aniversário da vereadora. Vejam: 

 

 

O suplício de Colbert 

Após sofrer com uma reeleição bastante apertada, investigações na sua gestão e praticamente toda Câmara de Feira de Santana contra seu governo, o prefeito Colbert Martins vive seu pior momento no seu partido. Essa semana uma discussão paralela com o presidente da CMS Geraldo Júnior, expôs as vísceras do seu calvário político no partido dos Vieira Lima. Apanhou de todos os lados das lideranças locais, até o presidente Futuca tirou sua lasquinha. Das duas, uma, ou Colbert sai do partido ou toma um bom banho de folha. Fica a dica!

Futuro incerto

Ainda é incerto o futuro de Elmar Nascimento no contexto da fusão DEM-PSL. Muitos dizem que ele é cotado a ser líder do partido na Câmara, ao mesmo tempo outros sinalizam que ele pode assumir a presidência da nova super legenda na Bahia ou ainda os espaços mais relevantes dessa composição. Mas quando se apura a fundo, verifica-se que há concorrência cerrada por todos os lados, qualquer que seja seu caminho. Como a NSP mostrou na semana passada, Elmar foi de favorito a assumir o PSL na Bahia e ter a chave do cofre para figura mediana que seguirá, ao menos aqui no estado, sob a batuta de ACM Neto.

Tudo como dantes

O atual presidente do DEM baiano, Paulo Azi, tem confidenciado a pessoas próximas intenção de seguir na presidência estadual quando as siglas oficializarem o casamento.

As novas conexões da Faroeste

A Faroeste está mais viva do que nunca. O que saiu esta semana no noticiário nacional a partir de desdobramentos da operação pode reavivar o clima das investidas em solo baiano. Até o final do ano novas operações podem acontecer e trazer muitas revelações poderosas.

Uma mudinha e um batalhão 

Um prefeito, um deputado, um vereador e um secretário municipal posam para foto no dia da árvore. Muita gente para uma mudinha. Como diz o ditado, muito cacique para pouco índio. Melhorem!

 

 

Dos pecados capitais 

Deu o que falar o vídeo do deputado Abílio Santana dizendo que votar em Lula era pecado mortal. Na conversa de bastidor dizem que o pastor criou o oitavo pecado capital: o voto no 13.  

 

 

O sósia 

A harmonização facial do deputado Zé Rocha criou um sósia de Chico Pinheiro. O jornalista não vai poder reclamar se precisar faltar na bancada do jornal, só chamar o parlamentar baiano. 

Bolsonariando

Brincadeira de uma roda de deputados baianos no Salão Verde da Câmara após o ministro Queiroga erguer o dedo do meio para manifestantes em Nova York: “Quem anda com Bolsonaro, acaba bolsonariando”.

Vácuo do ciclo

“De 16 em 16 muda”, é a análise de um deputado baiano sobre o ciclo de poder no governo do estado. A derrocada do Carlismo veio após quatro mandatos seguidos no Palácio de Ondina, lembra ele. Com base nisso, defende que é hora de o PT flexibilizar a cabeça da chapa para aliados, como PP e PSD, sob pena de ver a oposição ganhar fôlego no vácuo do ciclo.

“Tô sereno”

De Otto Alencar sobre a tentativa de reeleição ao Senado ou ainda de disputar o governo da Bahia em 2022: “Tô tranquilo, não tô agoniado, tô sereno”. Ao estilo onde me colocar eu jogo, emendou com essa: “Se eu ganhar tenho uma missão, se eu perder tô de férias”.

Contam com Rui

Entendidos de economia ouvidos pelo BNews no Salão Verde da Câmara apontam para a possibilidade real de o governador Rui Costa integrar a equipe econômica de um eventual governo Lula. “Pode até não ser ministro, mas tem bom trânsito para estar em posições importantes”.

Beijos às escondidas 

O deputado estadual Luciano Simões, conhecido como o beijoqueiro de Roma, que inclusive gerou um turbilhão de ciumeira com ACM Neto, agora só o faz escondido. Em um evento no interior do Estado, na cidade de Candeal, lá estava ele com Zé Ronaldo. Contudo, o ex-chefe do Executivo feirense foi embora ao saber da chegada o ministro de Bolsonaro. O deputado, porém, não se incomodou e, pelo contrário, fez as honras da casa. Mas dessa vez, tomou cuidado para não vazar nenhuma foto. Todavia, a coluna tem olhos e ouvidos em todo canto. Se encontrou com Roma às escondidas. Será que rolou outro beijinho da bochecha?

Climão petista

Uma fala do deputado estadual Paulo Rangel (PT) pegou alguns de surpresa na sessão da última terça (21) da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). O parlamentar petista usou o seu tempo para apresentar uma "discordância" do correligionário e colega de Legislativo deputado Jacó. Segundo Rangel, o parlamentar foi "exagerado" ao apresentar denúncias de supostas irregularidades na compra de insumos para Covid-19 pela prefeitura de Paulo Afonso, no norte da Bahia.

Em defesa ao prefeito Luiz de Deus (PSD), Paulo afirmou que o próprio gestor municipal abriu uma sindicância para apurar as supostas irregularidades, que, deu a entender, seriam infundadas. "Acho que a gente não pode banalizar as denúncias [...] O companheiro vai de uma forma muito violenta e não busca apurar os fatos", disparou.

Parece que acabou

O deputado estadual Robinho circulou por Brasília hoje com Ronaldo Carletto. Encontrou a equipe do BNews e tratou logo de fazer sua análise. “Rui criticou tanto Bolsonaro por manter Pazuello como interino no período da Pandemia e ele faz a mesma coisa com a secretaria da Saúde da Bahia. Não só com a Saúde, mas com mais três secretarias. Parece até que o governo já acabou”.


 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar