Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Farinha pouca, meu pirão primeiro 

[Na Sombra do Poder: Farinha pouca, meu pirão primeiro ]
21 de Outubro de 2021 às 05:30 Por: Divulgação/Reprodução Por: Editoria de Política

A caixa preta das empresas de merendas na capital baiana há alguns anos lacradas a sete chaves, foi “aberta” após denúncia de atrasos de salários, que veio a tona essa semana. Fontes da NSP dão conta que a Empresa Plural está atrasando salário das merendeiras das escolas municipais. "Se faltar água na escola, a merendeira não recebe", disse uma fonte. Alô, Bruno Reis e Marcelo Oliveira! Vale a máxima, farinha pouca, meu pirão primeiro. 

A coisa ficou Preta pra Zé 

Chegou a esta coluna que Zé Dirceu, o ex-todo poderoso dos primeiros anos de Lula na presidência e preso no escândalo do Mensalão, passou maus bocados do restaurante Preta, na Ilha. Foi hostilizado e sua esposa não aguentou e partiu pra cima dos pirracentos. Foi em uma tranquila tarde de quarta-feira que o clima esquentou no famoso restaurante.

Uma mansão do barulho

Os pobres dos ricos não possuem um minuto de paz nesta cidade chamada de Salvador. A Mansão Wildberg e a MRM Construtora estão em pé de guerra por causa de uma área nas imediações do metro quatro mais cobiçado da capital. A informação que chegou a NSP foi de que até polícia rolou esses dias pelas bandas dos ricaços. Pelo apurado, a Mansão se considera dona de um pedaço de terra cobiçado e por outro a MRM se considera proprietária. O imbróglio segue. Nem Nossa Senhora da Vitória consegue desbaratar esse nó. Deve render.

Academia de governo

Piada pronta ao ver o expediente do Diário Oficial. É de causar estranheza tantos gestores em exercício no comando das pastas. Sete secretários interinos, além do governador Adolfo Menezes, que assumiu após viagem de Rui e Leão. Não é um governo, é uma academia, todo mundo em exercício. 

“Sobra” disposição, SQN

O coronel Sturaro mostrou que já tem jingle pra campanha em vídeo recente na academia, mas se for nessa disposição, ela não ganha nem pra síndico do condomínio onde mora. 

 

 

Salvador (IN)destination 

A notícia da fuga dos hotéis de Salvador da Salvador Destination desceu indigesta para alguns nomes fortes do trade turístico. Em carta, representantes dos hotéis alegaram que a Salvador Destination “vem se afastando da concepção inicial de seus fundadores”. A empresa rebateu e disse que a desfiliação do grupo hoteleiro foi motivada por "desentendimentos políticos". Já pode mudar o nome> Salvador Indestination. 

Mistura do Brasil com Egito

Que a música "Ê Faraó" voltou a fazer sucesso nas redes sociais com uma versão mais pagodeira todo mundo sabe. Surfando nas ondas das arábias, o deputado federal Abílio Santana literalmente vestiu a camisa pra divulgar a Caravana Águias do Eterno. Mas, dessa vez relembrando um grande sucesso do É o Tchan "Nessa mistura do Brasil com Egito," falta charme ao pastor, mas sobra criatividade! 

Procissão 

As romarias políticas baianas em Salvador agora são outras: antes eram Palácio Thomé Souza e CAB. A chave virou. Agora seguem para Garibaldi e Paralela, principalmente as segundas-feiras.

Aves de Rapina

Em recente passagem por Vitória da Conquista, o deputado federal Paulo Magalhães (PSD), em entrevista ao Blog do Anderson, chamou atenção de prefeito e lideranças de “aves de rapina”, assim nomeou, que estão ofertando a “emenda Faroeste”. Chegou a dizer que é caso de polícia e justiça. O deputado só não revelou o nome de quem está rondando suas bases eleitorais. Há quem diga que são membros do seu próprio partido e Magalhães tá com a língua coçando pra falar mais. Se tocar fogo, nem Otto vestido de bombeiro vai apagar esse incêndio.

Paulo Azi, meu governador 

O deputado federal Paulo Azi passeia por Mundo Novo com status de governador, ao menos é o que diz o prefeito de lá, Dr Adriano. Esse é o do PSB, que chutou o pau da barraca e declarou apoio antecipado à pré-candidatura de ACM Neto. Segundo ele, foram as emendas de Azi que “salvaram a gestão”, já que ele alega não ter recebido um tostão sequer do governo Rui.

Pela amizade

Adriano deve deixar o PSB, mas tem dito que vai apoiar a reeleição da deputada estadual Fabíola Mansur, a quem chama de “amiga pessoal”.

Pelos favores

Por outro lado, já apertou a mão do deputado federal João Bacelar prometendo apoiar a irmã dele, Kátia Bacelar, em troca dos favores que o parlamentar fez pela sua gestão. Quem acompanha as movimentações por lá diz que, no resumo da ópera, o prefeito tem ambição demais e voto de menos.

Perugrinação

Ao ficarem sabendo que um líder político local faria uma jornada a pé até uma famosa igreja, bateu um espírito religioso numa turma de amigos e asseclas do rapaz. Eles caíram na estrada, formando uma comentada PERUgrinação. Acontece que, na última hora, o político não apareceu, afinal, era dia de Aparecida, e não de Reis! Restou aos PERUgrinos migrar a devoção para a padroeira do Brasil , para não perder a postagem em rede social, lamentar a ausência do Santo esperado e medicar os calos e tendinites…

Fake news

A vereadora Marta Rodrigues (PT) bateu boca com o vereador Teo Senna (PSDB) ao defender o Governo do Estado no escândalo dos respiradores do Consórcio Nordeste. "Não vou aceitar mentira de fake news em relação aos respiradores. O governador Rui Costa, em nenhum momento, foi chamado para responder. A compra não foi concretizada. Não vamos propagandear fake news mentirosas. O presidente Bolsonaro foi eleito em cima de fake news", disparou. Teo pediu a palavra e retrucou a petista. "A vereadora não mostrou onde está os respiradores até agora", ironizou.

Reunião sigilosa

Chamou a atenção o excesso de cuidados para evitar vazamentos na primeira reunião presidencial do PT Bahia, no último fim de semana. Quem participou, teve os celulares confiscados ainda na recepção. Jornalistas não tiveram acesso ao auditório. Nem mesmo fotógrafos dos veículos de imprensa foram autorizados a entrar no local. Também chamou a atenção o clima sereno dos militantes, diferente das efusivas reuniões do partido em outras ocasiões.

Fiasco 

O evento do deputado federal Adolfo Viana e o pré-candidato ao governo do Estado ACM Neto em Paulo Afonso foi visto como “fracasso”. Lideranças locais disseram que era para ser um mega evento, mas o que se viu foram poucas pessoas no local.

 

 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar