Coronavírus

Mercado do Peixe terá entrada de clientes controlada por senhas a partir deste domingo (5)

Vagner Souza/BNews

O objetivo é diminuir a circulação de pessoas e conter o novo coronavírus.

Publicado em 05/04/2020, às 05h50    Vagner Souza/BNews    Redação BNews

Com a chegada da Semana Santa e para evitar aglomeração de pessoas, o Mercado do Peixe, localizado em Água de Meninos, em Salvador, vai limitar a quantidade de pessoas no espaço com o objetivo de conter o novo coronavírus. Uma operação realizada neste sábado, 04, pelas secretarias municipais de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e Ordem Pública (Semop), além da Limpurb, Transalvador e da Guarda Civil Municipal (GCM), notificou os comerciantes, intensificou a limpeza e estabeleceu novas regras de atendimento. 

A partir deste domingo (5), a entrada no mercado será realizada por meio de senhas. Só está permitido o acesso de 50 pessoas por vez e os clientes que aguardarem o atendimento do lado de fora devem manter a distância de um metro, sinalizada com disciplinadores metálicos. 

A Semop, responsável pelo ordenamento interno no estabelecimento, orientou todos os comerciantes sobre a importância da medida. Já a Sedur notificou os lojistas externos para não permitirem a aglomeração na porta dos estabelecimentos sob pena de ter o local interditado. 

“Essa época já é esperado um incremento no número de clientes no Mercado do Peixe por conta da Semana Santa, mas hoje estamos na luta contra o coronavírus e precisamos ser firmes. Por isso, fizemos o ordenamento do mercado e dos comércios no entorno. Não podemos permitir a aglomeração de pessoas nesses espaços e quem não se adequar será penalizado”, alerta o secretário da Sedur, Sérgio Guanabara. 

Para garantir o cumprimento das normas, os técnicos da Sedur e da Semop estarão fiscalizando o local. Diariamente, a Limpurb fará a limpeza da área externa com detergente e, ao final de cada dia, a higienização interna do mercado com uma solução de hipoclorito de sódio e água. Já a Transalvador vai auxiliar no ordenamento do trânsito na região.

Classificação Indicativa: Livre