Coronavírus

Bares, restaurantes, salões de beleza e academias podem ser fechados, diz Bruno Reis

Vagner Souza/BNews

Nesta segunda (22), o prefeito anunciou medidas mais duras

Publicado em 22/02/2021, às 13h28    Vagner Souza/BNews    Nilson Marinho

Bares, restaurantes, salões de beleza e academias podem ser os próximos estabelecimentos a serem fechados em Salvador devido ao aumento do número de casos da Covid-19 e a alta demanda por leitos de UTI. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (22) pelo prefeito Bruno Reis (DEM) durante entrevista ao apresentador José Eduardo, do programa Balanço Geral, da TV Record Itapoan. 

A medida será adotada caso os números continuem elevados. Esses segmentos foram fechados em 25 de março do ano passado e foram autorizados a funcionar cinco meses depois, em agosto.

"Na prática, hoje, eu desativei aquela terceira fase de retomada das atividades, a segunda fase é aquela das academias, salões de beleza, bares e restaurantes. Se os números continuarem avançando vamos ter que seguir até chegar às atividades da primeira fase. Nós não queremos isso, queremos preservar o comércio funcionando, sabemos da importância para a economia da cidade, para a geração de empregos, mas, se necessário, vamos fazer", disse o prefeito.

Ações de combate ao vírus foram anunciadas pelo gestor municipal mais cedo durante uma coletiva de imprensa. Depois do anúncio da extensão do horário do toque de recolher em toda a Bahia pelo governo do estado, Bruno decidiu por fechar campos e quadras poliesportivas e as praias nesta semana. 

"A partir de amanhã, nós vamos retirar a iluminação de todos campos e quadras. Estarão fechados em Salvador. Não permitiremos utilização de equipamentos. A partir de quarta, todas praias de Salvador estarão fechadas.  Demos um prazo de 48h por causa dos ambulantes, barraqueiros, que terão hoje e amanhã para se organizarem. Todas praias fechadas em Salvador. Quarta feira, todos clubes sociais também estarão fechados em Salvador, e com isso, a fase três será totalmente desativada", destacou Bruno Reis na ocasião.

Matérias relacionadas:

‘A ordem é prender tudo e caçar alvará’, crava Bruno Reis sobre desrespeitos aos decretos em Salvador

Covid-19: Prefeito prevê vacinação de profissionais da educação a partir de 15 de março

Bruno Reis transforma consultórios em leitos: "estamos próximos de termos um colapso"

Classificação Indicativa: Livre