Coronavírus

Anvisa envia a Moraes reclamação por falta de proteção da PF

Servidores foram ameaçados após análise da vacina infantil da Pfizer contra a Covid-19 - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Servidores foram ameaçados após análise da vacina infantil da Pfizer contra a Covid-19

Publicado em 25/01/2022, às 10h23    Servidores foram ameaçados após análise da vacina infantil da Pfizer contra a Covid-19 - Marcelo Camargo/Agência Brasil    Redação BNews

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) formalizou uma reclamação ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, após receber centenas de ameaças e não receber proteção da Polícia Federal (PF).

Servidores relatam ameaças desde outubro, quando a Pfizer anunciou que iria pedir autorização para a sua vacina contra a Covid-19 em menores de 12 anos. Os ataques foram intensificados após o presidente Jair Bolsonaro ameaçar divulgar os nomes dos técnicos que votassem a favor da liberação.

Já foram feitos dois pedidos pela Agência ao Ministério da Justiça e à Polícia Federal, para que seus funcionários tivessem a segurança reforçada. No entanto, desde novembro, não foram respondidos, segundo informações do Globo.

O ofício foi enviado a Moraes, que já é responsável por apurar as ameaças no inquérito das fake news. A Anvisa diz que a resposta da PF às solicitações foi inapropriada, pois enviaram somente formulários para inscrição no programa de proteção às testemunhas.

A última solicitação foi feita no dia 17 de dezembro, na qual os diretores requerem urgência para "salvaguardar a sua integridade física e psicológica diante da gravidade da situação enfrentada”.

A diretoria da Anvisa relatou ameaças por mensagens. Em uma delas, uma pessoa com o nome de Nilza acusa os funcionários da agência de colocarem “vidas inocentes numa grande roleta russa”.

Além disso, a mensagem também dizia que servidores da agência serão vítimas de uma "maldição": "(...) o preço a ser pago será terrível não quero estar na sua pele e oro a Deus em desfavor de todos que tem causado dor e sofrimentos ao seu próximo, lembre se o próximo pode ser dentro de sua família (sic.)"

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre