Coronavírus

Covid-19: Casal agride médica que negou dar atestado sem teste

Reprodução

A médica que sofreu lesões na cabeça foi hospitalizada com suspeita de traumatismo craniano.

Publicado em 28/01/2022, às 16h20    Reprodução    Redação Bnews

Um casal do Distrito Federal (DF) foi detido na última quinta-feira (27) acusado de agredir uma médica do Centro de Referência da Covid-19, no município de Novo Gama, estado de Goiás. Eles teriam solicitado um atestado médico para a Covid-19, que só poderia ser concedido depois de um teste rápido, o que o casal se negou a fazer.

O homem e a mulher, naturais do município de Santa Maria, chegaram pedindo um atestado médico para a Covid-19, a mulher teria alegado que teria feito um teste de farmácia, mas que havia perdido o comprovante.

O casal se exaltou e começou a agredir a profissional de saúde a derrubando no chão e puxando seus cabelos. Segundo o Metrópoles, a médica teria desmaiado.

O homem ainda teria agredido outros profissionais que estavam presentes no Centro de Referência.
O casal foi detido e levado para a delegacia.

A médica que sofreu lesões na cabeça foi hospitalizada com suspeita de traumatismo craniano.

Em nota à imprensa, a prefeitura de Novo Gama repudiou o ocorrido: “Já estamos tomando as devidas providências judiciais que estão sendo apuradas pela polícia. Repudiamos veementemente as agressões sofridas por nossos colaboradores, empenhados no trabalho de salvar vidas, e nos solidarizamos com as equipes e familiares”, afirma a nota.

Leia mais: 

Jovem some ao visitar namorada e família diz que testemunhas estão sendo ameaçadas

CNA pede medidas emergenciais ao governo Bolsonaro para produtores afetados pelas secas e enchentes

Preso homem que vendia certificados de vacinação da Covid-19

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre