Denúncia

MRV é acusada de vender empreendimento em terreno invadido em Lauro de Freitas

Imagem MRV é acusada de vender empreendimento em terreno invadido em Lauro de Freitas

A denúncia partiu de 400 famílias que compraram os imóveis da construtora

Publicado em 09/10/2013, às 19h43        Redação Bocão News (twitter: @bocaonews)

O empreendimento Residencial Parque Sun City, da MRV Engenharia, foi alvo de denúncia de cerca de 400 famílias que compraram imóveis e foram surpreendidas com a notícia de que o condomínio estaria sendo erguido em terreno que não pertence à construtora. Os imóveis comercializados pela MRV estão situados na Rua Maria Quitéria, próximo à Estrada do Trabalhador, no bairro de Itinga em Lauro de Freitas. Conforme publicação do Blog Lauro News On Line.


De acordo com o grupo dos compradores do Residencial Sun City, os mesmos só ficaram informados sobre a suspensão das obras após terem visto que o dono do terreno, André Augusto Lemos, havia publicado uma reclamação sobre este processo em rede social. Uma das clientes do imóvel, Aline Braz, disse em entrevista ao Portal Lauro News Online, que a MRV comercializou o imóvel mesmo com esta paralisação nas obras e que as famílias ainda não tiveram informações plausíveis sobre o processo.


Foram enviados pelos denunciantes documentos que comprovam a emissão do processo expedido pela 1ª Vara Cível do município sobre o caso. O residencial Parque Sun City possui nove blocos, porém segundo contam os compradores, do 5º ao 9º bloco, as obras contam apenas com 2% do total iniciado após quase quatro anos do início das obras. A área total do terreno equivale à 22500m².

Segundo informações da MRV Engenharia, fornecidas à reportagem do portal através do responsável pelo setor de Desenvolvimento Imobiliário, há legalidade no ato da compra deste terreno que era pertencente ao empresário do ramo de transporte público,  Roque Oliveira, no ano de 2010. A matéria diz que a compra dos quatro lotes e o desmembramento destes foram todos analisados através da Procuradoria Jurídica do município e vistoriados pela Secretaria de Meio Ambiente para que fossem liberadas as licenças ambientais e o Alvará além de ter sido publicado no Diário Oficial do Município.

A MRV Engenharia informou ainda que aguarda o resultado do protesto representado na 1ª Vara Cível de Lauro de Freitas e informa que deverá estar trabalhando para entregar todas as instalações do imóvel em tempo hábil já que, de acordo com o tempo previsto, os clientes do Residencial Parque Sun City deveriam estar recebendo os seus apartamentos até o mês de dezembro de 2013. O empreendimento teve o seu financiamento cancelado pela Caixa Econômica Federal (Agência Comércio - Salvador), que aguarda o desdobramento do caso para tomar as medidas cabíveis.




Classificação Indicativa: Livre