Denúncia

Público denuncia ‘onda de roubos’ em festival de música eletrônica realizado em Salvador

Reprodução/@sollaresoficial

A festa marcou o retorno do festival de música eletrônica após quase dois anos por conta da pandemia

Publicado em 07/12/2021, às 23h39    Reprodução/@sollaresoficial    Redação BNews

O que era para ser uma noite de diversão acabou se transformou em frustação e indignação para parte do público que esteve na festa Sollares, realizada no último sábado (4), no Wet, em Salvador. A festa marcou o retorno do festival de música eletrônica após quase dois anos por conta da pandemia.

Além da chuva, preço alto dos ingressos e água mineral de 330 ml sendo vendida a R$ 8, não faltaram denúncias de furtos e roubos no local. Os relatos foram publicados no perfil oficial da festa no Instagram. Algumas pessoas chegaram a dizer que a maior parte dos furtos foram realizados por seguranças contratados para trabalhar na festa.

"Pagamos tão caro p ter uma segurança horripilante!!! nunca vi uma festa privada com tanto furto e roubo a mão armada", disse um rapaz. "Eu tive meu celular roubado, amiga. Fizeram uma muvuca e pegaram váááários!!! Realmente a segurança da festa foi péssima", relata outro homem. "Quem não foi, agradeça a Deus!!! Pior festa", ressalta outra pessoa.

Nos comentários ainda há relatos de 'cobrança para deixar as pessoas entrarem'. "Infelizmente a vistoria na entrada chegou a ser ABUSIVA, os seguranças coagindo as pessoas SEM NECESSIDADE, testemunhei com outras duas pessoas um dos chefes COBRANDO PRA DEIXAR AS PESSOAS ENTRAREM com oq quiserem, muito triste isso @sollaresoficial"

Por meio do perfil oficial, a organização do evento disse que foi surpreendida por uma frente fria, e cita outros problemas enfrentados na realização do evento. "Enfrentamos não só a chuva trazendo problemas técnicos em nossa estrutura de som e iluminação, como problemas resultantes dos estragos feitos pela pandemia como falta de matéria prima, falta de mão de obra, assim como, o aumento da criminalidade que infelizmente é consequência também da pobreza aumentada durante a pandemia [...] Nossa equipe está a postos via direct para SAC, dúvidas, críticas e qualquer tipo de necessidade. Prometemos que na próxima edição vamos vir mais gigantes que nunca".

Nossa reportagem procurou o empresário responsável pela festa, mas até a publicação desta matéria não tivemos retorno. 

Classificação Indicativa: Livre