Economia e Mercado

País vai economizar R$ 80 milhões

Sem contar R$ 2 bilhões que deixarão de ser investidos em geração de energia

Publicado em 14/10/2010, às 21h10        Redação Bocão News

Segundo o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Hermes Chipp, o Brasil deve economizar cerca de R$ 80 milhões, sem contra os recursos que deixarão de ser investidos na geração de energia, com o horário de verão que começa à zero hora do próximo domingo (17).
Durante o período de vigência do horário de verão a redução da demanda evitará investimentos em termos de capacidade de geração energia da ordem de R$ 2 bilhões, disse o diretor-geral da ONS, em entrevista hoje no Rio de Janeiro.

De acordo com ele, em função do esvaziamento da carga o país vai gerar menos térmicas nas regiões Sudeste e Sul, informou Chipp referindo-se às usinas consideradas mais poluentes do país.

O diretor do ONS disse ainda que durante o período o horário de pico de consumo de energia passará a ser entre as 19h e 22h, ao invés do das 18h às 21h dos estados que não adotarão o horário de verão.

Com mais uma hora de luz natural, a expectativa é que a demanda por eletricidade caia entre 4,6% e 5%, percentual suficiente para abastecer 70% da cidade do Rio. (Com informações da Agência Brasil)

Classificação Indicativa: Livre