Economia e Mercado

JAC Motors do Brasil anuncia nova fábrica na Bahia

Imagem JAC Motors do Brasil anuncia nova fábrica na Bahia

Coube ao secretário da Indústria e Comércio, James Correia, representar o governador na coletiva

Publicado em 07/10/2011, às 19h32        Redação Bocão News

O Grupo SHC, detentor dos negócios da JAC Motors do Brasil, protocolou, nesta sexta-feira (7), no Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em Brasília, o plano detalhado de seu projeto para a implantação de uma fábrica de automóveis no Brasil, com previsão de ficar pronta em 2014.

Com capacidade para produzir 100 mil unidades anuais em dois turnos, a planta irá abrigar 3,5 mil novos empregos diretos. O investimento será de R$ 900 milhões, oriundos de capital misto (80% do Grupo SHC e 20% da JAC Motors, da China). Será a primeira montadora de automóveis de grande volume do Brasil, que produz modelos abaixo de R$ 50 mil, com controle totalmente nacional.

Pelo projeto, o local indicado pela empresa para implantação da fábrica é o Polo Industrial de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.
Tecnologia

O projeto da JAC inclui um centro de desenvolvimento de novas tecnologias – como a adoção de um motor com sistema de alimentação flex com sistema de partida a frio por intermédio de pré-aquecimento de bicos injetores –, centro de estilo e design (previsão de 50 profissionais), laboratórios de controle de emissão de poluentes, pista de testes e centro de capacitação profissional, além das tradicionais etapas de produção, como armação de carrocerias, soldagem, pintura e montagem final.

As fases de estamparia de componentes e produção de motores estão previstas para os próximos anos.
Importância do investimento

O secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, disse que a Bahia possui condições para receber empreendimentos de grande porte, em função dos diversos investimentos do governo do Estado em infraestrutura. “Os esforços do governo do Estado vão prosseguir no sentido de trazer vários empreendimentos para fortalecer a nossa economia”, assegurou.

Segundo Sérgio Habib, presidente da JAC Motors no Brasil, a opção de indicar a Bahia se deu, entre outras razões, por um motivo econômico. “Nos últimos quatro anos, o mercado de automóveis no Brasil cresceu 44%. São Paulo cresceu 15%. Salvador cresceu 65%. Uma estatística simples: o mercado hoje de Salvador mais Recife é maior que a Colômbia”, afirmou.

A decisão de protocolar o projeto completo da fábrica no ministério surgiu após uma reunião entre Habib e o secretário-executivo adjunto do MDIC, Ricardo Schaefer, que se mostrou receptivo (ao pleito de flexibilizar o aumento de IPI) a avaliar projetos que viabilizem a instalação de uma nova montadora no país.


Foto: Mateus Pereira/Secom

Classificação Indicativa: Livre