Brasil

Consumo de carne entre brasileiros atinge o menor nível dos últimos 25 anos

[Consumo de carne entre brasileiros atinge o menor nível dos últimos 25 anos]
21 de Maio de 2021 às 16:54 Por: Marcello Casal Jr/Agência Brasil Por: Redação BNews

Por conta da pandemia os brasileiros cortaram o consumo de carne bovina, de acordo com dados do governo federal, que calcula a disponibilidade do produto subtraindo o volume de exportação nacional. Este é o menor nível em 25 anos. 

De acordo com reportagem do Estadão, não bastasse a perda de renda da população, os preços de cortes bovinos dispararam, na esteira de valores recordes da arroba do boi gordo, limitando o consumo interno, enquanto a China importa como nunca carnes do Brasil.

Atualmente cada brasileiro consome 26,4 quilos desta proteína ao ano, o que dá quase 14% em relação a 2019, quando ainda não havia crise sanitária. Este é o menor índice desde 1996, início da série histórica da Conab. Nos quatro primeiro meses deste ano o consumo de carne bovina caiu mais de 4% em relação a 2020, estima a Conab.

A queda no consumo está associada à pandemia, que trouxe desemprego e perda de renda.

Por conta do alto preço na carne, o brasileiro a procurar opções mais baratas, como frangos e suínos. O consumo de ovos, que o Brasil quase não exporta, chegou ao maior nível em 20 anos.

Ainda de acordo com a Folha, uma doença que dizimou boa parte do rebanho suíno da China diminuiu a oferta de carne naquele país, levando-o a importar mais proteína de outros lugares. Isto ajudou a fomentar uma inflação global dos alimentos, que também assola o Brasil.

Dados do IBGE revelam que o preço das carnes em geral subiu 35% no país nos 12 meses até abril, mais que cinco vezes o próprio IPCA no período.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar