Eleições / Eleições 2022

Veja quantos deputados baianos mudaram de partido na janela partidária

Reprodução

Prazo da janela se fechou 23h59 desta sexta, conforme determina o TSE

Publicado em 02/04/2022, às 17h57    Reprodução    Eliezer Santos

Oito deputados federais e 18 estaduais da Bahia trocaram de partido na janela partidária que se fechou às 23h59 desta sexta-feira (2), conforme o prazo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Entre os federais, a maior movimentação aconteceu no PL, legenda do presidente Jair Bolsonaro, que perdeu três dos quatro parlamentares da bancada: Abílio Santana que migrou para o PSC, Raimundo Costa para Podemos e Zé Rocha para o União Brasil. O único remanescente foi Jonga Bacelar.

A legenda, porém, atraiu o ex-ministro da Cidadania João Roma (ex- Republicanos) que retornou à Câmara dos Deputados, mas deve disputar o Governo da Bahia.

Leia também:

O Republicanos, por sua vez, adquiriu os passes de Marcelo Nilo (ex-PSB) e Alex Santana (ex-PDT). As duas alterações restantes ficaram por conta de Uldurico, que trocou o PROS pelo MDB, e Bacelar, que agora é PV após ter deixado o Podemos.

Veja as mudanças entre os deputados federais:

Alex Santana - PDT para Republicanos
Nilo - PSB para Republicanos
Abílio Santana - PL para PSC
Raimundo Costa - PL para Podemos
Zé Rocha - PL para União Brasil 
João Roma - Republicanos – PL
Uldurico – PROS - MDB
Bacelar - Podemos para PV

Na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o União Brasil e o PV foram os partidos que mais receberam novos quadros. O UB ancora a pré-candidatura de ACM Neto ao Governo do Estado e o PV, até então, não tinha representatividade na Casa, o que foi um fator importante de atração, associado à sua presença na federação com PT e PCdoB.

Robinho e Dal, que tinham assentos no PP, agora engrossam as fileiras do UB junto Marcelinho Veiga (ex-PSB), David Rios (ex-PSDB), Mirela Macedo (ex-PSD) e Kátia Oliveira (ex-MDB). Deles, apenas Dal vai concorrer a deputado federal, enquanto os demais tentarão reeleição. Jurandy Oliveira, ex-PP, se filiou ao PSB. O deputado Prisco deixou o PSC e se filiou ao União Brasil.

Veja mais:

O PV puxou Roberto Carlos, que vinha sofrendo processo de fritura no PDT, Vitor Bonfim (ex-PL), Marquinho Viana, que sai do PSB, e Alan Castro, vindo do PSD.

O PT filiou Euclides Fernandes e Junior Muniz, remanescentes, respectivamente de PDT e PP – siglas que decidiram apoiar ACM Neto.

Assim como entre os federais, o Republicanos conseguiu abocanhar dois nomes na AL-BA: a bolsonarista Talita Oliveira (ex-UB) e Samuel Júnior, que enfrentava até processo de expulsão no PDT.

O deputado Tum deixou o PSC e filiou-se ao Avante, por onde disputará uma cadeira de deputado federal, assim como o deputado Capitão Alden, que trocou UB pelo PL para chegar à Câmara dos Deputados.    

Veja as mudanças entre os deputados estaduais: 

União Brasil
Robinho PP – União Brasil
Mirela Macedo - PSD - União Brasil
Marcelinho Veiga - PSB - União Brasil
Kátia Oliveira - MDB – União Brasil
Dal - PP - União Brasil 
David Rios – PSDB - União Brasil
Prisco - PSC - União Brasil

PV
Alan Castro - PSD - PV
Vitor Bonfim - PL - PV
Marquinho Viana - PSB - PV
Roberto Carlos - PDT – PV

PT 
Euclides Fernandes - PDT – PT
Júnior Muniz - PP - PT

Republicanos
Talita – União Brasil - Republicanos 
Samuel Jr - PDT – Republicanos

Avante 
Tum - PSC - Avante

PL
Capitão Alden – União Brasil - PL

PSB
Jurandy Oliveira - PP - PSB

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão! 

Classificação Indicativa: Livre