Entretenimento

Carnaval de Salvador será lançado oficialmente em São Paulo

Evento é voltado para o trade turístico, produtores culturais, imprensa e profissionais de marketing e entretenimento

Publicado em 14/10/2011, às 10h30        Rafael Albuquerque

O Carnaval 2012 será lançado oficialmente no próximo dia 19, na Estação São Paulo, na capital paulista (Rua Ferreira de Araújo, 625, Pinheiros), com um pocket show de música baiana, além da presença dos cantores Moraes Moreira e Saulo Fernandes, da banda Eva. O evento é voltado para o trade turístico, produtores culturais, imprensa, além de profissionais da área de marketing e entretenimento.


No próximo ano, a maior festa de rua do mundo – conforme o Guiness Book – acontece entre os dias 15 e 21 de fevereiro e fará uma homenagem ao escritor baiano Jorge Amado, quando ele completaria 100 anos de vida. O tema “O País do Carnaval” foi definido, em julho, pela Empresa Salvador Turismo (Saltur) e pelo Conselho do Carnaval.


De acordo com o presidente da Saltur, Cláudio Tinoco, durante os 7 dias de folia, são esperados 2 milhões de pessoas (500 mil turistas nacionais e internacionais) nos 25 km de avenidas, ruas e praças de Salvador, a geração de mais de R$ 1 bilhão de negócios e a taxa de ocupação hoteleira entre 90% e 100%. Segundo Tinoco, uma das ações já definidas, inclusive, é a participação de 458 atrações e entidades no carnaval de 2012. “Eles se apresentarão nos três circuitos oficiais (Dodô, Osmar e Batatinha), nos espaços alternativos (palcos do samba, do rock e das orquestras, desfile de fantasias e programação especial infantil) e nos carnavais de bairros”.


Patrocínio:

Todas as cotas de patrocínio do Carnaval de Salvador são agenciadas e comercializadas desde o ano passado, pelo consórcio OCP/Mago – conduzido pelos executivos Antônio Barreto Jr., Paulo Salum, Bruno Duarte, Fabio Duarte e Alexandre San Galo. “Desde 2010, estamos realizando captações recordes na história do Carnaval de Salvador. Atribuímos os bons resultados a um trabalho constante, ao aprimoramento da estratégia de abordagem ao mercado, à qualidade da entrega das propriedades negociadas e à inclusão efetiva de ações de comprometimento social”, explica Alexandre.

Classificação Indicativa: Livre