Entretenimento

Ambev pode tomar da Schin o patrocínio oficial do Carnaval de Salvador

Imagem Ambev pode tomar da Schin o patrocínio oficial do Carnaval de Salvador

Expectativa é que negociações sejam concretizadas ate o final da proxima semana

Publicado em 19/10/2011, às 22h44        Rafael Albuquerque

A Schincariol, patrocinadora oficial do carnaval de Salvador desde 2000, deve perder o posto para a Ambev, principal concorrente e líder nacional no ramo de cervejaria. A negociação da cota gira em torno de R$ 4 milhões, Paulo Salum, representante do consórcio OCP/MAGO, responsável pela comercialização das cotas, afirmou à reportagem do Bocão News que só terá uma definição até esta sexta-feira (21).

A assessoria da Ambev se mostrou surpresa ao ser questionada sobre a possibilidade e não confirmou a informação. Como o lançamento oficial do Carnaval de Salvador será hoje, em São Paulo – pasmem, acredita-se que na oportunidade a informação será confirmada. A Ambev, que há muito namorava o carnaval de Salvador, se ganhar a parada, terá amplo espaço de atuação. Primeiro pela quantidade de público atingida, depois por contadas das ações que já promove como o Camarote e o bloco Skol.

Ao todo, o grupo OCP/MAGO comercializa seis cotas, categorizadas em Sênior, Principal e Apoio. Todas as marcas serão exibidas massivamente antes e durante a folia momesca. Tapumes, otudoors, busdoors e principalmente o tempo na TV atraem as marcas, que são divulgadas para milhões de pessoas em diversos países do mundo pela imprensa internacional e suas transmissões. Caso perca realmente o patrocínio oficial do Carnaval de Salvador, a Schin sairá enfraquecida no mercado nordestino e nacional, já que nos carnavais de São Paulo e do Rio de Janeiro a Brahma domina. A Schincariol, líder na Bahia, busca estratégias para reverter o cenário em outros estados do Brasil.

Classificação Indicativa: Livre