Entretenimento

Cantora aparece super assustada em vídeo após fugir de assalto no Barra Shopping: 'estou apavorada'

Ilustrativa

O caso aconteceu na noite desta quarta-feira (25) depois de uma tentativa de roubo a uma das lojas

Publicado em 26/08/2021, às 07h11    Ilustrativa    Redação BNews

Na noite desta quinta-feira (25), quem assistiu aos stories de Kelly Key ficou assustado com o desespero da cantora ao relatar a fuga de um assalto em um shopping. Em seu perfil oficial do Instagram, ela aparece em pânico contando que tinha presenciado o crime no Barra Shopping, localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Leia também
- Bebê da capa do disco do Nirvana processa banda ao acusá-la de exploração sexual
- Gracyanne Barbosa desafia Bolsonaro após elogiar perna de Lula; confira!
- Simaria, da dupla com Simone, posa só de roupão em clique sensual; confira

Já dentro do carro, ela conta rapidamente que estava passeando quando um rapaz  colocou a arma na cabeça do segurança. A ação criminosa provocou a correria de quem estava presente no local, e ela fugiu em direção ao seu carro no estacionamento. "Nem acreditei no que vi. Todo mundo saiu correndo e nós corremos até o carro no estacionamento. Nunca tinha presenciado isso na minha vida e eu estou em choque, apavorada em pânico, mas está todo bem com a nossa família. Se vocês estiveram no Barra Shopping, saiam daí".

Posteriormente, já em casa, Kelly voltou aos stories para tranquilizar os fãs,  afirmou que estava tudo bem com ela e explicou exatamente como tudo aconteceu.  "A gente viu uma pessoa dominando o segurança e com uma arma. Peguei o bonde andando mesmo, peguei o segurança sendo imobilizado, com uma arma na cabeça e as pessoas correndo. Não deu para identificar absolutamente nada, foi só correr", contou.

Em nota, a assessoria do empreendimento confirmou o caso e disse que se tratou de uma tentativa frustrada de assalto. "A administração do shopping confirma tentativa frustrada de assalto em uma de suas lojas e segue à disposição das autoridades para colaborar com a investigação".

Acompanhe oBNewstambém nas redes sociais, através doInstagram, doFacebooke doTwitter

Classificação Indicativa: Livre