Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Famosos

“Com amor, conseguiremos fazer uma revolução”, afirma Claudia Leitte após pressão por posicionamento político

[“Com amor, conseguiremos fazer uma revolução”, afirma Claudia Leitte após pressão por posicionamento político]
15 de Outubro de 2018 às 10:55 Por: Vagner Souza/BNews Por: Diego Vieira

Uma das atrações do último dia da Micareta Salvador, na noite deste domingo (14), no Wet'n Wild, Claudia Leitte preferiu se esquivar em relação á cobrança dos fãs sobre o seu posicionamento político nas eleições deste ano para presidente da República.

Questionada pelo BNews sobre a pressão recebida nas redes sociais e em seus shows desde que Anitta a desafiou gravar um vídeo usando a hashtag “Ele Não” contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL), a cantora optou por desconversar acerca do assunto. 

"Acho que tem que ter amor em tudo que a gente faz. Com amor tudo se resolve. Com amor conseguiremos fazer uma revolução. Para mim isso é o que importa", disse.

Apesar disso, vale lembrar que em setembro ela se posicionou em defesa do seu público, que tem grande parte formado por LGBTs. A cantora utilizou um momento do seu show, que aconteceu em Brasília, para discursar contra homofobia e misoginia.

"Como mulher eu preciso dizer que eu não tolero misoginia (ódio ou aversão à mulher) e aqui junto de vocês que eu vou reiterar que eu não admito, eu não tolero homofobia. Eu nunca vou tolerar o ódio contra vocês! Vocês me entenderam?" disse Claudia mesmo sem mencionar o termo 'Ele Não', durante apresentação na festa Blow Out.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso