Famosos

Vídeo: Mel Maia ironiza assédio em mulheres; atriz se justifica

[Vídeo: Mel Maia ironiza assédio em mulheres; atriz se justifica]
25 de Novembro de 2020 às 10:35 Por: Reprodução / Redes Sociais Por: Redação BNews

O Twitter amanheceu nesta quarta-feira (25) com o nome de Mel Maia entre os trending topics. O motivo? A atriz postou um vídeo em seu Instagram onde estaria ironizando o assédio em mulheres. 

Nas imagens, a legenda “como não ser assediada check” gerou revolta entre muitas meninas da idade dela e em mulheres mais velhas. Um dos comentários no Twitter é que a atriz estaria insinuando que as mulheres são culpadas pelos assédios devido a roupa que vestem no dia a dia. Nas imagens, Mel está de calça, blusa e casaco, ironizando que as mulheres deveriam sair desse jeito para não serem assediadas.

Um internauta relembrou quando a atriz fez apologia ao grupo extremista Ku Klux Klan após usar uma máscara facial. 

Depois da repercussão, Mel Maia voltou aos stories para explicar que foi tudo uma ironia e que sabe que muitas mulheres podem ser assediadas com qualquer roupa, até de burca no Oriente Médio. “"Eu vi que tinha algumas pessoas comentando sobre o vídeo da roupa, e foi mais uma ironia, mesmo. Porque a mulher entende que a gente se sente mais confortável sair na rua daquele jeito, apesar de o erro não ser a roupa", explicou. 

Ela ainda disse que preferiu deletar as imagens, mas,  o vídeo está circulando em todas as redes sociais.  "Eu preferi tirar o vídeo para vocês não entenderem errado. Toda mulher sabe que é assediada de burca, de calça, de short. O erro não é a roupa, só para deixar isso claro para vocês", finalizou.

 

Veja vídeo: 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar