Entretenimento

Juliana Paes é acusada de demitir funcionária com depressão; atriz se posiciona

Reprodução/ TV Globo

Juliana Paes é acusada de demitir funcionária com depressão, assessoria da atriz fez comunicado sobre o caso

Publicado em 31/07/2022, às 21h39    Reprodução/ TV Globo    Redação / BNews

A atriz Juliana Paes foi acusada por sua ex-funcionária, Adriana das Graças, de demiti-la após o fim de uma licença por causa de uma grave depressão. A trabalhadora prestou serviços para a celebridade durante onze anos.

Em sua defesa, feita nas redes sociais, Juliana Paes diz que a demissão ocorreu dentro da legalidade trabalhista. O filho de Adriana das Graças, chamado Alberto João, divulgou toda a situação e fez uma legenda no qual detalha a acusação contra a artista.

“A moça do vídeo é a minha mãe, se dedicou por 11 anos na casa da Juliana Paes, deu seu máximo. Mas quando precisou se internar em hospital psiquiátrico, por causa de depressão, foi demitida. O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) deu seis meses para ela se cuidar, mas os mesmos não quiseram nem saber e demitiram ela”, escreveu Alberto João.

A assessoria da atriz emitiu nota sobre a denúncia. "No último mês de julho, aconteceu, de fato, o desligamento da colaboradora. Juliana e família sempre foram cuidadosos e respeitosos com as questões de cunho pessoal que Adriana passou no período, e este jamais seria o motivo para o fim do contrato. Juliana manteve Adriana trabalhando durante anos em tratamento da doença e indo além de suas obrigações como empregadora com ajuda médica e também financeira. A dispensa se deu por outros motivos e foi feita dentro da lei, garantindo todos os direitos à ex-colaboradora. No mais, Juliana não irá se pronunciar novamente sobre o caso", diz comunicado.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre