Especial

BNews Novembro Negro: Baianos abraçam raízes afro e mostram empoderamento através do cabelo crespo; assista

Reprodução/Youtube

É notório o crescimento do número de pessoas que passaram a assumir os cabelos crespos

Publicado em 30/11/2021, às 17h00    Reprodução/Youtube    Redação BNews

Curtos, pretos, loiros, trançados, de homem ou de mulher. É notório o crescimento do número de pessoas que passaram a assumir os cabelos crespos. Basta a gente dá uma olhadinha nas ruas para comprovar isso.

Uma das responsáveis por esse crescimento é a artesã capilar Negra Jhô. Proprietária de um salão voltado para cabelos afro, no Pelourinho, em Salvador, a baiana usou o seu processo de autoconhecimento para e inspirar e empoderar as mulheres negras a assumirem os seus cabelos.

De acordo com Negra Jhô, a pandemia contribuiu para que as muitas mulheres passassem a assumir os seus cabelos.

Já no bairro de São Caetano, o barbeiro Renê Araújo, viu a sua demanda aumentar após se especializar em cortes para cabelos crespos.

Assista:

Classificação Indicativa: Livre