Esporte

Manoel Matos rebate declaração de empresário: “Ele não tem escrúpulo”

Vice-presidente deu sua versão sobre a negociação com Escudero

Publicado em 06/01/2016, às 22h29        Redação Galáticos Online (@galaticosonline)

Um dia depois do empresário José Luiz Galante realizar denúncias contra o vice-presidente Manoel Matos à equipe do Galáticos na rádio Itapoan, o gestor do Rubro-Negro se defendeu das acusações, também com a equipe dos Galáticos na Itapoan Fm, e atacou o representante do meia.
“Lamentável a atitude desse Galante. Ele não tem escrúpulo. Em junho recebi ele na minha sala, e olha que não recebo empresário. Ele chegou dizendo que tinha uma excelente proposta e que queria vender Escudeiro. No dia seguinte, depois dele ter jantado com o jogador, Escudeiro perguntou a Anderson Barros o porque de eu não querer contar com ele. Daí em diante disse ao jogador que não ia mas tratar com esse representante”.
O vice-presidente seguiu esclarecendo parte da negociação com o jogador.
“Liberei Escudeiro e ele me disse para negociar com Dario e não mais com o Galante. Anderson (Barros) foi para São Paulo, mas a proposta foi diferente e eu disse que não iria fazer nenhuma maluquice e endividar o clube. Não vou entrar em detalhes de valores, mas propomos pagar 100% do débito”.
Para finalizar,  Matos completou o desfecho da negociação e voltou a alfinetar José Luiz Galante.
“No dia 11 de dezembro falei com o Dario para fechar a negociação, mas o jogador havia recebido uma proposta do time do México. Para você ter noção de quem é Galante, enquanto ele dava a entrevista eu estava falando com Escudeiro por mensagem e ele mandando foto assinando contrato e me pedindo uma documentação e o Galante nem sabia”.
O débito do Vitória com os empresários de Escudeiro segue na justiça com o valor de 300 mil dólares.

Classificação Indicativa: Livre