Esporte

Fifa se rende à tecnologia

Entidade deve implantar sistemas que detectam se bola ultrapassou linha do gol

Publicado em 11/10/2010, às 15h44        Redação

A Fifa revelou nesta segunda-feira (11), que está estudando 13 propostas que foram apresentadas na semana passada para a implantação de sistemas tecnológicos que detectam quando a bola ultrapassou a linha do gol, que possam ajudar os árbitros a tomarem decisões mais precisas.

Os 13 sistemas diferentes serão discutidos na reunião da International Board, responsável pelas regras do futebol, marcada para o dia 20 de outubro. A Fifa não identificou as 13 empresas que fizeram propostas, mas não irão apresentar seus sistemas na próxima semana.

Os membros da associação vão se reunir em Newport, no País de Gales, para ajudar a definir a agenda da sua reunião anual, marcada para março de 2011, quando as regras do futebol podem ser alteradas.

A International Board pode aprovar na reunião o sistema de cinco árbitros para as principais competições, em vez de optar pela tecnologia. Outra discussão que deve ocorrer é com relação aos testes em todo o mundo usando assistentes adicionais atrás de cada gol para ajudar os árbitros a adotarem decisões em jogadas na grande área. Essas experiências foram liberadas em competições, incluindo a Liga dos Campeões da Europa, até junho de 2012. Em seguida, a

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, reabriu o debate sobre o uso tecnologia para ajudar os árbitros após uma série de erros cometidos na Copa do Mundo na África do Sul. Os mais graves ajudaram a eliminar as seleções da Inglaterra e do México. Blatter vinha resistindo ao uso da tecnologia por entender que o erro humano faz parte do jogo.

Classificação Indicativa: Livre