Esporte

STJD acusa dirigintes do Internacional de desrespeito no ‘caso Victor Ramos’

[STJD acusa dirigintes do Internacional de desrespeito no ‘caso Victor Ramos’]
11 de Maio de 2017 às 18:08 Por: Redação Galáticos Online

 

Naquele que deve ser o último capítulo da novela em que se transformou o ‘Caso Victor Ramos’, os dirigentes do Internacional foram acusados pelo Auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Mauro Marcelo, utilizou seu perfil em uma rede social para explicar suas atividades em Porto Alegre nesta semana.

Ele foi para a capital gaúcha ouvir os envolvidos na ação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contra o Internacional. A entidade alegou que os documentos apresentados pelo clube no caso VR3 estavam adulterados.

“Em total desrespeito à Justiça Desportiva, os cinco intimados do SCI (Sport Club Internacional) não compareceram. Inquérito será concluído sem oitivas”, postou o auditor.

O ex-presidente do Inter, Vitório Píffero, o ex-vice jurídico Giovani Gazen, e mais três representantes do clube são os alvos dos inquéritos, mas nenhum deles compareceu para depor. Todos justificaram a ausência após serem convocados.

A exemplo do que aconteceu no Campeonato Baiano de 2016, o Internacional tentou alegar que o zagueiro atuou de forma irregular pelo Vitória para mudar o resultado final na Série A do Brasileirão, onde acabou sendo rebaixado pela primeira vez na história.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar