Esporte

Processo contra Edmundo é extinto pelo STF

Imagem Processo contra Edmundo é extinto pelo STF

Ex-jogador foi preso pelo acidente de carro que resultou na morte de três pessoas

Publicado em 15/09/2011, às 14h53        Redação Bocão News

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou "extinta a punibilidade" do ex-jogador de futebol e comentarista esportivo Edmundo Alves de Souza Neto, 40, por considerar que houve prescrição do crime há quase quatro anos.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), Edmundo foi condenado em março de 1999 a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, pelos homicídios culposos de três pessoas e lesões corporais também culposas em outras três vítimas do acidente ocorrido na Lagoa, Zona Sul do Rio, na madrugada do dia 2 de dezembro de 1995. O acidente ocorreu depois que o ex-atleta saiu de uma boate.
A decisão do ministro Joaquim Barbosa foi dada através de um agravo de instrumento que chegou ao STF em abril do ano passado. De acordo com a assessoria do STF, as partes ainda podem recorrer por meio de agravo regimental a ser distribuído a uma turma do STF.
Informações do G1 e Agência Estado
Foto: AE

Classificação Indicativa: Livre