Esporte

Bahia perde para o Vasco e segue em posição de perigo na tabela

Tricolor segue próximo da zona da degola

Publicado em 23/10/2011, às 17h58        Yuri Barreto

Apesar do apoio e da grande festa da torcida, que lotou as arquibancadas de Pituaçu, o Bahia não conseguiu traduzir, dentro de campo, o bom futebol apresentado nas últimas partidas. Dentro de casa, o tricolor foi derrotado pelo Vasco da Gama por 2 a 0. Os gols dos cariocas foram marcados por Felipe e Diego Souza.
Com o resultado, o Esquadrão segue em situação perigosa na tabela. O Bahia é o 14º colocado com 36 pontos ganhos, a cinco da zona de rebaixamento. Já o Vasco chegou aos 57 pontos e assumiu a liderança isolada da Série A.
A equipe de Joel Santana volta a campo no próximo domingo (30). O tricolor vai até Florianópolis (SC) enfrentar o Figueirense no Orlando Scarpelli.  
O JOGO - O time carioca começou a partida dando trabalho a Marcelo Lomba. Logo aos seis minutos, Diego Souza arriscou chute de fora da área e o goleiro fez bela defesa.
Dois minutos depois, o tricolor deu a resposta. Dodô fez bela jogada na entrada da área e chutou no gol. A bola bateu na rede pelo lado de fora.
Um minuto depois foi a vez de Fabinho assustar. O volante arriscou chute de longe e acertou o travessão de Fernando Prass.
Aos 16, o Vasco chegou com perigo. Diego Souza recebe boa dentro da área, faz o giro e chuta no gol. A bola balança as redes, mas o assistente marca impedimento. Os jogadores vascaínos ficaram na bronca.
Porém, aos 22 minutos, em mais uma boa troca de passes, o time carioca chegou ao gol. Felipe tabelou com Diego Souza e acertou, de esquerda, o ângulo direito de Lomba. Um belo gol em Pituaçu.
No final do primeiro tempo, a equipe de Cristóvão Borges teve mais duas grandes chances de gol. O goleiro Lomba, em grande atuação, evitou que o Bahia deixasse o campo em desvantagem maior.
Na volta para o segundo tempo, apesar das críticas da torcida, Joel Santana manteve o mesmo time que iniciou o jogo. Com as duas equipes iguais, quem teve a primeira chance da etapa final foi o Vasco. Fágner recebeu bola sozinho dentro da área e mandou longe do gol aos 11 minutos.
O susto serviu como um aviso ao professor Joel, que aos 14 minutos colocou Lulinha no lugar de Jones. Aos 19, Reinaldo, vaiado, deu lugar a Júnior.
Já nos 32 minutos, foi a vez de Ávine voltar ao time após longo período em recuperação de uma artroscopia no joelho. O lateral entrou no lugar de Hélder para fazer a função de meia-esquerda.
Com as alterações, o Bahia cresceu na partida e pressionou o Vasco nos minutos finais da partida. Mas, após uma falha de marcação, foi o time carioca quem fez mais um. Aos 46, Bernardo partiu em contra-ataque, entrou na área e rolou para Diego Souza fazer o segundo.
BAHIA  0 x 2 VASCO
Campeonato Brasileiro da Série A
Bahia
Marcelo Lomba, Gabriel, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fahel, Fabinho, Hélder (Hélder) e Jones (Lulinha); Reinaldo (Júnior) e Souza.
Técnico – Joel Santana.
Vasco
Fernando Prass, Fágner, Dedé, Douglas e Felipe (Bernardo); Romulo, Jumar, Eduardo Costa (Nilton) e Alan; Éder Luis e Diego Souza. 
Técnico – Cristóvão Borges.
Data: 23/10/2011 
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador
Arbitragem: 
Público: 32.157 torcedores
Cartões amarelos: Titi e Lulinha (Bahia) e Diego Souza e Fágner (Vasco)
Cartões vermelhos: 
Gols: Felipe e Diego Souza

Classificação Indicativa: Livre