Esporte

Corinthians envia ofício à Conmebol pedindo punição ao Boca Juniors por racismo

Reprodução/Instagram

Torcedor do Boca imitou macaco em direção à torcida do Corinthians

Publicado em 20/05/2022, às 15h46    Reprodução/Instagram    Redação BNews

O duelo entre Boca Juniors e Corinthians, na última terça-feira, ainda tem desdobramentos. Depois do registro de casos de racismo e do tratamento recebido pela torcida corintiana na Bombonera, o Corinthians enviou nesta sexta, por meio da Federação Paulista de Futebol, dois ofícios à Conmebol pedindo punições ao clube argentino.

Antes de o jogo começar, já havia sido registrado um vídeo de um torcedor argentino imitando um macaco em direção ao setor da torcida do Corinthians. Durante e após a partida, mais imagens apareceram. 

Por conta disso, após reunião entre Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthains, e Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, os ofícios foram enviados à Conmebol.

Leia mais sobre
Após 10 dias de internamento, Reginaldo Holyfield recebe alta médica
Após bloqueio de R$ 8 milhões, Bahia faz novo acordo por dívidas trabalhistas e sai no prejuízo
Vitória inicia venda de ingressos para partida contra o Confiança

Punições

Depois das seguidas demonstrações de racismo em jogos da Copa Libertadores, a Conmebol anunciou no começo do mês as punições mais duras aos clubes cujos torcedores cometerem esses atos. O Código Disciplinar da Conmebol, agora, prevê multa mínima de US$ 100 mil (cerca de R$ 500 mil) para esses delitos.

O texto diz que qualquer jogador ou dirigente que "insulte ou atente contra a dignidade humana de outra pessoa ou grupo de pessoas, por qualquer meio, por motivos de cor de pele, raça, sexo ou orientação sexual, etnia, idioma, credo ou origem, será suspenso por um mínimo de cinco jogos ou por um período de tempo mínimo de dois meses".

Além disso, o código prevê a possibilidade de os clubes punidos terem que jogar com portões fechados por um ou mais jogos – ou ainda com parte das arquibancadas fechadas. Essa punição não fazia parte da versão anterior do código.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre