BNews Olimpíadas

Bahia já teve 14 medalhistas olímpicos ao longo da história; relembre

[Bahia já teve 14 medalhistas olímpicos ao longo da história; relembre]
21 de Julho de 2021 às 12:10 Por: Divulgação/COB Por: Lara Curcino e Léo Sousa

Os primeiros Jogos Olímpicos de Verão aconteceram em 1896, em Atenas, capital da Grécia. De lá pra cá, em 31 edições de Olimpíadas, sendo a última no Rio de Janeiro, 14 atletas baianos já subiram ao pódio, em seis diferentes modalidades. O levantamento foi feito pelo BNews, com base no quadro geral de medalhas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). 

A Bahia teve a medalha de ouro em mãos três vezes na história olímpica - uma em 2004, com Ricardo Santos, no vôlei de praia, e as outras duas em 2016, com Robson Conceição, no boxe, e com o volante Walace, no futebol masculino.

O futebol, aliás, é a modalidade pela qual mais atletas baianos se destacaram: são sete medalhistas - quatro pelo masculino e três pelo feminino. 

A canoagem vem atrás, com as medalhas dos canoístas Isaquias Queiroz e Erlon de Souza. No Rio-2016, Isaquias igualou Ricardo e os dois sustentam o título de únicos medalhistas olímpicos baianos a subir três vezes no pódio. O atacante Bebeto e a meia Formiga, futebolistas, têm duas medalhas cada.

Formiga é também a atleta brasileira que participou de mais Olimpíadas, sendo convocada para todas as sete edições entre 1996, em Atlanta (EUA), e a atual em Tóquio (Japão). Ela e Isaquias são os únicos medalhistas que vão disputar os Jogos em 2021. 

Por falar em recordes baianos, Robson foi o primeiro brasileiro a subir no ponto mais alto do pódio pelo boxe. E a categoria feminina da modalidade também não deixa a desejar quando se trata de elevar o nome da Bahia: a pugilista Adriana Araújo foi a primeira medalhista do boxe no país, ao conquistar o bronze em Londres (Inglaterra), em 2012.

A primeira medalha do Estado foi conquistada na Olimpíada de Londres de 1948. O soteropolitano Nilton Pacheco de Oliveira compôs a seleção de basquete, que faturou o bronze naquela edição.

Depois disso, somente 40 anos depois um baiano subiu novamente ao pódio, quando Bebeto recebeu a prata. 

Relembre todos os medalhistas baianos:

  • Nilton Pacheco de Oliveira, basquete - Bronze em 1948 (Londres)
    oioi
     
  • Bebeto, futebol - Prata em 1988 (Seul) e bronze em 1996 (Atlanta)

     
  • Aldair, futebol - Bronze em 1996 (Atlanta)

     
  • Dida, futebol - Bronze em 1996 (Atlanta)

     
  • Edvaldo Valério, natação - Bronze em 2000 (Sydney)

     
  • Ricardo Santos, vôlei de praia - Prata em 2000 (Sydney), ouro em 2004 (Atenas) e bronze em 2008 (Pequim)

     
  • Formiga, futebol - Prata em 2004 (Atenas) e prata em 2008 (Pequim)

     
  • Elaine Moura, futebol - Prata em 2004 (Atenas)

     
  • Fabiana Simões, futebol - Prata em 2008 (Pequim)

     
  • Adriana Araújo, boxe - Bronze em 2012 (Londres)

     
  • Robson Conceição, boxe - Ouro em 2016 (Rio)

     
  • Walace, futebol - Ouro em 2016 (Rio)

     
  • Erlon de Souza, canoagem - Prata no C2 1000m em 2016 (Rio)

     
  • Isaquias Queiroz, canoagem - Prata no C2 1000m, prata no C1 1000m e bronze no C1 200m em 2016 (Rio)


    Fotos: Divulgação/COB

    *Matéria atualizada às 20h55

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar