Esporte

Torcedor do Boca Juniors que foi preso por ato racista paga fiança e é liberado pela polícia

Reprodução / @_sccpnews Twitter

Ponzo teve direito ao pagamento da fiança por ser enquadrado no crime de injúria racial. Em nota oficial, o Timão repudiou a situação

Publicado em 27/04/2022, às 14h12    Reprodução / @_sccpnews Twitter    Redação Galáticos Online

O torcedor do Boca Juniors, da Argentina, que foi preso após cometer um ato racista, pagou nesta quarta-feira (27) a fiança e foi solto pela polícia em São Paulo. O indivíduo foi identificado imitando um macaco no intervalo da partica contra o Corinthians na última terça-feira (26) pela Libertadores.

Leia mais: 

Torcedor do Boca é preso por ato racista contra a torcida do Corinthians em Itaquera; veja vídeo

O argentino, que se chama Leonardo Ponzo, pagou uma fiança no valor de R$ 3 mil e está solto. A informação foi confirmada pelo delegado da Delegacia de Repressão aos Delitos Esporte (Drade), César Saad.

Ponzo teve direito ao pagamento da fiança por ser enquadrado no crime de injúria racial. Em nota oficial, o Timão repudiou a situação: ''O Corinthians repudia todo e qualquer ato de racismo e discriminação e agradece à Polícia Militar pela eficiência no apoio prestado. Esse fato só reforça a importância de nossa luta por um futebol sem ódio'', escreveu.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre