Geral

Anvisa obriga uso de álcool em gel

Medida visa conter as infecções hospitalares e estimular higienização

Publicado em 22/10/2010, às 23h40        Redação Bocão News

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (22) norma obrigando hospitais e clínicas públicas e privadas a colocar dispensadores com álcool em gel em todos os quartos, ambulatórios e prontos-socorros para evitar novos casos da superbactéria KPC (Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase )e de outros micro-organismos resistentes a antibióticos.

De acordo com o diretor da Anvisa,  Dirceu Barbano, a medida é uma das mais eficazes para impedir a disseminação das superbactérias e conter as infecções hospitalares e busca estimular a higienização de profissionais de saúde.

A nova regra deve ser publicada oficialmente na próxima semana. Os hospitais terão um prazo de até 60 dias para adaptação.

Segundo a Anvisa, em São Paulo o número de casos notificados de infecção pela superbactéria KPC chegou a 70. De acordo com o órgão de fiscalização da saúde, entre julho de 2009 e outubro deste ano, 24 pessoas já morreram no Estado vítimas da infecção.

Na Bahia, a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) investiga dois casos suspeitos de infecção pela superbactéria KPC. O organismo já causou a morte de pelo menos 18 pessoas no Distrito Federal (DF) este ano e 184 casos registrados no Brasil.

A Sesab não deu detalhes sobre os pacientes nem onde estão internados. Informações não oficiais dão conta de que as duas pessoas com suspeita de terem sido infectadas pela KPC estariam internadas no hospital Couto Maia, referência em doenças infectocontagiosas.

No Espírito Santo, a ocorrência de um caso de infecção pela bactéria foi notificada em julho, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. O paciente infectado morreu, mas, ainda de acordo com o órgão estadual, a causa da morte não teria sido a KPC.



Classificação Indicativa: Livre