Geral

Decisão do TCE prejudica agências baianas

Imagem Decisão do TCE prejudica agências baianas

Tribunal suspende licitação da conta de publicidade do governo federal

Publicado em 26/04/2012, às 21h02        Redação Bocão News

O Tribunal de Contas do Distrito Federal suspendeu, nesta quinta (26), a licitação da conta de publicidade do governo do Distrito Federal. O valor do contrato, organizado na gestão Agnelo Queiroz (PT), era de R$ 150 milhões por ano. A licitação Havaí sido vencida pelas agências Agnelo Pacheco, Propeg e Tempo. As duas últimas da Bahia e com ligações com o governo Wagner.  De acordo com informações com o Blog do Noblat, a procuradora Márcia Farias, do Ministério Público do Tribunal de Contas, “pediu a suspensão alegando erros formais e legais”. Por enquanto, a conta continuará sendo atendida pelas agências AV, Nacional e Agnelo Pacheco.

Classificação Indicativa: Livre