Geral

Salvador é líder na exploração sexual infantil

Imagem Salvador é líder na exploração sexual infantil

Em menos de um ano foram registradas cerca de 700 denúncias. Delas, 138 em Salvador

Publicado em 24/11/2010, às 22h22        Redação Bocão News

Salvador é a capital com o maior índice de denúncias de exploração sexual infantil, com 138 registros, entre as cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014. Os dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República são relativos ao período entre janeiro e setembro deste ano, quando foram registradas 698 denúncias de exploração sexual infantil, pelo Disque 100.

João Pessoa, por ser uma cidade-dormitório devido a sua proximidade com Recife e Natal, também foi incluída no levantamento. Porto Alegre aparece em 5ª posição, com 20 denúncias. Brasília é a última colocada, com 4.

Para combater a prática, o Ministério do Turismo e o Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília criaram o Programa Turismo Sustentável e Infância, com oficinas em todas as cidades que vão ser palco dos jogos da Copa. Ao final dos cursos, cada sede define as ações específicas de combate à exploração sexual infantil e deve se comprometer em garantir os direitos da criança e do adolescente.

O programa tem foco especialmente em profissionais e empresários do setor turístico, embora busque envolver todas as áreas públicas e privadas. A ideia é que eles promovam ações articuladas nesses destinos, explica a coordenadora da oficina em Porto Alegre, Ariadne Bittencourt.

Ela destaca que as denúncias demonstram que há uma sensibilidade para com o problema e que as pessoas não se intimidam e denunciam”, disse a coordenadora da oficina em Porto Alegre. O Disque 100 recebe atualmente uma média de 90 ocorrências diárias.

Para Ariadne Bittencourt o Brasil, ao contrário de outros países onde já foram realizados os jogos da Copa, está fazendo esse trabalho preventivo a quatro anos do evento.

Classificação Indicativa: 18 anos