Geral

Garçom se recusa a atender cliente que maltratou criança

Imagem Garçom se recusa a atender cliente que maltratou criança

O pequeno tem cinco anos e é portador da síndrome de Down

Publicado em 19/01/2013, às 21h12        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

 Um garçom da cidade de Houston, no Texas, por pouco não perdeu seu emprego. Ao ver um cliente maltratar uma criança de apenas cinco anos, ele se recusou a atender a mesa em que o agressor estava. Acontece que tudo foi por uma boca causa, já que a criança em questão é portadora da síndroma de Down e havia sofrido preconceito.

O homem, que também estava acompanhado da família, primeiramente pediu para mudar de mesa e sentar longe do menino. Em seguida, disse: “Crianças especiais deveriam ser especiais em outro lugar”. 

Ao ouvir o comentário, Michael, abismado, foi até o cliente tirar satisfação. “Como é que você pode falar uma coisa dessas? Como pode falar isso de um lindo anjo de apenas 5 anos?”, disse. Sabendo que poderia perder seu emprego, o garçom pediu desculpas, mas falou que não iria servir aquela mesa. 

Milo e seus parentes, até o momento, não haviam notado nada. Eles só ficaram sabendo do acontecido quando um colega de trabalho de Michael os contou. Os pais do menino agradeceram e disseram que já se consideram clientes fiéis da casa.
As informações são do Daily Mail*

Classificação Indicativa: Livre