Geral

Flora Gil tira foto em cabine de avião e piloto pode ter multa de R$ 5 mil

Reprodução

Anac instaurou processo administrativo e fez alerta a companhias aéreas

Publicado em 06/06/2013, às 16h39    Reprodução    Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

A presença de Flora Gil, mulher do cantor Gilberto Gil, na cabine de uma avião, fez com que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) instaurasse um processo administrativo sobre o caso. A esposa do cantor esteve em uma cabine de comando de um avião da Azul, há cerca de um mês e postou as fotos no Instagram.

Nas imagens, Flora aparece dentro da cabine, sentada, com os cintos afivelados e usando o rádio comunicador. O piloto e o copiloto estão em seus assentos, e o avião parece estar em rota – nem a companhia aérea nem Flora Gil confirmam a informação.

De acordo com o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil, apenas tripulação, inspetores de aviação civil, detentores de certificados autorizados pela Anac e comandante podem acessar a cabine de comando de uma aeronave durante o voo.


Segundo a Anac, após a conclusão do processo administrativo, serão adotadas as medidas cabíveis, caso comprovadas irregularidades em relação às normas da aviação civil. As multas podem variar de R$ 2 mil a R$ 5 mil para o piloto em comando e de R$ 4 mil a R$ 20 mil para a empresa aérea responsável.

A agência informou também que “tendo em vista as últimas ocorrências de presença de passageiros nas cabines de aeronaves divulgadas pela mídia” enviou na terça-feira um comunicado formal aos diretores de operações de empresas “para recomendar que façam um alerta à tripulação, em especial aos comandantes de aeronaves comerciais, sobre a restrição de acesso à cabine de comando em voo”.


Neste ano, a Anac já tinha aberto um processo contra a TAM para apurar a presença do cantor Latino em um voo da companhia. Em fotos que também foram postadas nas redes sociais, o artista apareceu sentado na cadeira do comandante com o avião em pleno voo. A companhia aérea anunciou a demissão do piloto, do copiloto e do comissário responsável pelo voo.

*Com informações do Estadão.

Fotos: Reprodução // Instagram


Classificação Indicativa: Livre