Geral

Folha demite 15 jornalistas e alega problemas econômicos

Jornal não detalhou motivo das demissões

Publicado em 05/11/2014, às 11h27        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

O jornal Folha de S.Paulo iniciou no fim da tarde da última terça-feira (4) um processo de demissões de funcionários. Segundo o portal IMPRENSA, até o momento, foram realizados 15 cortes. Existe a possibilidade de que mais profissionais sejam afastados nesta quarta (5).
Entre os demitidos estão os repórteres Flávia Marreiro, ex-correspondente do jornal em Caracas, Eduardo Ohata, de "Esportes"; Ana Krepp, de "Cotidiano"; Lívia Scatena, de "Gastronomia"; Euclides Santos Mendes, Editor do "Painel do Leitor"; Samy Charanek, pauteiro de "Cotidiano"; Ricardo Mioto, de "Economia"; Gislaine Gutierre, "Ilustrada";  e Thiago Guimarães, coordenador adjunto da Agência Folha.
O jornal também realizou mudanças na redação. O pauteiro de "Poder", Claudio Augusto, atende agora o caderno "Cotidiano".  
Sem dar muitos detalhes, a Folha alegou aos funcionários que os cortes foram realizados por motivações econômicas. Procurado, o jornal ainda não se posicionou sobre o caso. O Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo ainda não comentou o caso.

Classificação Indicativa: Livre