Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

Aviões do Forró: Solange Almeida entra na Justiça contra ex-sócios

[Aviões do Forró: Solange Almeida entra na Justiça contra ex-sócios ]
28 de Maio de 2019 às 20:04 Por: Reprodução/ Instagram Por: Márcia Guimarães

A cantora Solange Almeida entrou na Justiça contra os seus ex-sócios Carlinhos Aristides, Isaías Cd’s, Xand Avião e Cláudio Melo para ter reconhecidos os seus direitos pelos mais de 11 anos na banda Aviões do Forró. O processo está em curso na 3ª Vara Cível da comarca de Fortaleza (CE) e o valor que caberia à artista seria entre R$ 5 milhões e R$ 11 milhões, no entanto o valor correto só será reconhecido após uma perícia contábil.

“É uma ação de apuração de haveres, no qual Solange Almeida pede que o juiz diga quanto o Aviões do Forró e os sócios que ficaram têm que pagar a ela pela banda, já que ela saiu e até hoje não recebeu nada. A cantora tentou falar com eles diversas vezes, mas sempre sem sucesso. Eu mesmo me reuni com todos eles e o advogado da banda, mas nenhuma contraproposta foi feita”, explicou o advogado de Solange, Livelton Lopes. Segundo ele, a cantora foi sócia da Aviões do Forró Gravações e Edições Musicais de março de 2006 a junho de 2017.

Chegou a circular na imprensa que a cantora teria ingressado também com uma ação criminal contra uma das partes, mas a defesa dela nega. “É absurda e leviana a afirmação de que Solange Almeida estaria se utilizando de um processo criminal por assédio sexual para com isso pressionar um de seus sócios a pagar o que lhe é devido! Aliás, é um verdadeiro absurdo acreditar que qualquer mulher se utilizaria de uma coisa tão repugnante com o fim único de levar vantagem sobre quem quer que fosse. Ainda mais quando o que esta mulher busca é apenas o justo resultado de mais de 11 anos de trabalho suado à frente de uma banda, mais ainda quando sabemos que a banda Aviões do Forró chegou onde chegou graças também a seu esforço pessoal e dedicação ao longo de todos esses anos. Não existe nenhum outro processo em curso ou mesmo procedimento policial que não este ao qual nos referimos até aqui”, reiterou Lopes.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso